Imobiliária Coralli
Geral

Laboratório de Mobiliário do SENAI/SC recebe mais uma acreditação do Inmetro

09 Ago 2012 - 17h37

As fabricantes de berços do país agora contam com mais uma instituição para avaliar seus produtos. A partir de agosto, o Laboratório de Tecnologia de Madeira e Mobiliário, do SENAI em São Bento do Sul, tornou-se o primeiro de Santa Catarina e um dos três do país autorizados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) para avaliar berços. Com isso, a expectativa é de maior facilidade no processo de obtenção do selo do Inmetro, que se tornará obrigatório. Em Santa Catarina, o SENAI integra o Sistema Federação das Indústrias (Sistema FIESC).

Para o diretor da unidade do SENAI em São Bento do Sul, Julcimar Machado, a acreditação junto ao Inmetro para verificar a conformidade de berços a partir de testes laboratoriais vai agilizar os processo de obtenção da certificação, que será compulsório a partir do dia 21 de dezembro. "As empresas da região serão beneficiadas, pois terão mais agilidade e menor custo no processo de certificação, já que não será preciso enviar os produtos para testes em outros Estados. Mas nossa intenção é beneficiar fabricantes de todo o país", afirma o diretor. "O SENAI está atento às demandas da indústria no Estado e, por isso, já está buscando a autorização para realizar ensaios de outros tipos de produtos", completa.

Para obter o selo do Inmetro, as empresas devem contratar um organismo certificador de produto (OCP), após certificar-se que seu sistema de gestão e produtos estão de acordo com as normas. Após fazer uma auditoria na empresa candidata, uma amostra dos produtos é enviada a um organismo de avaliação de conformidade (OAC) - que, no caso, deve ser um laboratório de ensaios acreditado ao Inmetro, como o Laboratório de Tecnologia de Madeira e Mobiliário do SENAI/SC. No laboratório, é analisado se o produto está de acordo com a norma e emite-se um relatório de ensaio ao OCP. Por fim, o OCP confirma a adequação da empresa e a recomenda para a certificação do Inmetro. Quando aprovada, a empresa candidata registra seu produto no Inmetro e é autorizada a usar o selo de certificação.

Para atender à portaria 269 do Inmetro, os fabricantes de berços precisam obter a certificação até o dia 21 de dezembro deste ano. E, para isso, os produtos precisam atender à uma série condições de segurança, resistência e durabilidade. "Um berço, por exemplo, deve ser produzido com tinta sem metais pesados, pois é comum que a criança morda a madeira e pode se intoxicar", explica Cleder Bez Batti, coordenador do núcleo de madeira e mobiliário da unidade do SENAI em São Bento do Sul.

Os produtos, caso possuam tecidos e plásticos, deverão ser aprovados no teste de inflamabilidade, e não poderá haver furos acessíveis (nos quais as crianças podem prender o dedo). Também será preciso que as grades tenham altura mínima, espaçamento adequado e travamento, para que a criança não tente sair do berço sozinha. Além do aspecto relacionado aos produtos, as empresas também terão que comprovar a rastreabilidade de seus processos de fabricação e gestão, atendendo a parte dos requisitos da ISO 9001:2008.

O Laboratório de Madeira e Mobiliário do SENAI em São Bento do Sul já possui acreditação do Inmetro para realização de ensaios (testes) de produtos embalados - em que avalia a capacidade das embalagens de proteger os produtos - e agora foi autorizado a ampliar sua atuação. Para isso, o laboratório teve que ser aprovado em uma auditoria que avaliou a confiabilidade dos ensaios. Além disso, o laboratório também participa dos chamados "ensaios de proficiência", que permitem a comparação com outros laboratórios e garante a certeza dos resultados obtidos.

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul registra 38ª morte em decorrência do coronavírus

Nas últimas 24 horas foram 23 novos casos e 17 pessoas recuperadas
Jaraguá do Sul registra 38ª morte em decorrência do coronavírus
Corupá

Comunicado de utilidade pública: novo foco de dengue é registrado em Corupá

Este é o 9º foco positivo registrado em 2020 no Município
Geral

Parques são permitidos. Mas cuidados continuam

Prática de atividades físicas e até permanecer no local é permitido agora – com uso de máscara, álcool em gel, distanciamento
Parques são permitidos. Mas cuidados continuam
Educação

Educação capacita gestores para retomada e anuncia apoio pedagógico presencial na rede estadual

As redes municipal, privada e federal têm autonomia para decidir como conduzir as ações pedagógicas e a retomada, porém, de acordo com o que estabelece o PlanCon e mediante o acompanhamento e a atuação dos comitês municipais
Educação capacita gestores para retomada e anuncia apoio pedagógico presencial na rede estadual
Ver mais de Geral