Imobiliária Coralli
Secretaria de Saúde

Jaraguá tem prazo de um ano para regularizar consultas com angiologista

18 Nov 2016 - 11h52
A medida faz parte de um acordo judicial firmado entre o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e o Município de Jaraguá do Sul em ação civil pública.

A ação civil pública foi ajuizada pela 8ª Promotoria de Justiça da Comarca de Jaraguá do Sul a partir da reclamação, no mês de julho deste ano, de um paciente prioritário que aguardava desde dezembro de 2015 pela consulta. De acordo com o paciente, a Secretaria de Saúde não havia ofertado nenhuma consulta nos três meses anteriores.

Requisitada a prestar informações ao Ministério Público, a Secretaria de Saúde informou que disponibilizava as consultas nesta especialidade através de pactuação com o prestador hospitalar e consórcio intermunicipal Cisnordeste. No entanto, no dia 1º de setembro de 2016, a Promotoria de Justiça verificou a existência de 3.570 pacientes em lista de espera, sendo que alguns aguardam desde 2012.

Diante da situação, no início de setembro a ação civil pública foi ajuizada. “O quadro que ora se apresenta foge, e muito, à razoabilidade, já chegando na indiferença do Poder Público para com sua comunidade”, considera na ação o Promotor de Justiça Henrique da Rosa Ziesemer.

No curso da ação, o Ministério Público propôs o acordo, acatado pelo Município. Assim, o Município comprometeu-se a atender a demanda reprimida para a especialidade de angiologia no prazo máximo de 12 meses, a contar de 1º de dezembro deste ano, com um número de atendimentos mensais próximo de 300 pacientes, em ordem estabelecida por critérios médicos,

O acordo estabelece, ainda, que novos casos surgidos a partir de setembro de 2017 deverão ser atendidos no prazo máximo de 60 dias. Em caso de descumprimento de qualquer cláusula do acordo, o Município será multado em R$ 500,00 por paciente não atendido. O valor deverá ser revertido para o custeio para atendimento médico particular para o paciente.

O acordo foi firmado pelo promotor de Justiça Augusto Zanelato Júnior, pelo Prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Jansse, e pelo Procurador-Geral do Município, Eduardo Marquardt, e aguarda, agora, pela homologação do Poder Judiciário.

Matérias Relacionadas

Economia

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS
Economia

Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio

Pesquisa foi feita pela Fundação Getulio Vargas
Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio
Educação

Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Em 2018, as matrículas dos calouros representavam 39,8% do total
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
Educação

Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos

Serão entregues 197 milhões de livros em municípios de todo o país
Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos
Ver mais de Geral