Imobiliária Coralli
Horário de verão

Horário de verão termina com economia de 5%. Mudança durou 133 dias

27 Fev 2012 - 14h24

O horário de verão, que começou em 16 de outubro de 2011, neste final de semana após ficar 133 dias em vigor. Os brasileiros que vivem nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste , além da Bahia, tiveram que atrasar o relógio em uma hora, seguindo a determinação do decreto presidencial. De acordo com o governo federal, nas regiões do país em que o horário de verão foi aplicado, a demanda por energia elétrica diminui em cerca de 5%, já que a população consegue um aproveitamento extra da luz natural. Segundo Luiz Melro, gerente regional da CELESC, esse percentual daria para deixar Jaraguá do Sul sem energia elétrica por cerca de 20 dias.

[jwplayer mediaid="80439"]

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez entre 1931 e 1932, pelo então presidente Getúlio Vargas, e durou quase metade do ano. Atualmente, vários países fazem mudança no horário convencional para aproveitar melhor a luminosidade do verão. Desde 2008, foram estabelecidas datas fixas para o início e término do horário de verão no país: a mudança ocorre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, como aconteceu em 2012, o fim do horário de verão é transferido para o domingo seguinte.

Matérias Relacionadas

Segurança

Homem tenta furtar alimentos após ingerir cinco latas de cerveja

Ao receber voz de prisão, o cidadão relatou que tentou furtar pois estava sem dinheiro
Homem tenta furtar alimentos após ingerir cinco latas de cerveja
Santa Catarina

Santa Catarina recebe R$ 2,5 milhões para investimentos em pesquisa na área de saúde pública

Nessa edição, serão destinados R$ 2,5 milhões pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), em parceria com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde
Santa Catarina recebe R$ 2,5 milhões para investimentos em pesquisa na área de saúde pública
Geral

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumulado vai para R$ 60 milhões

As dezenas sorteadas foram as seguintes: 03 - 07 - 17 - 20 - 48 - 50
Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumulado vai para R$ 60 milhões
Economia

Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro

No acumulado do ano, total de requerimentos sobe 6,7%
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
Ver mais de Geral