Geral

Falta de sangue no Hemosc compromete cirurgias em unidades de saúde

17 Jan 2013 - 16h53

Com as festas e viagens de final de ano, diminuiu o número de doações de sangue no Hemosc e conseqüentemente os estoques estão abaixo do necessário, o que fez a entidade emitir um comunicado solicitando doação de sangue de todos os tipos em especial O Negativo. A coordenadora do setor de captação de doadores do Hemosc em Joinville, Marlene Andrade Tiltey dá mais detalhes.

[jwplayer mediaid="65981"]

Apesar da falta ser mais visível nos tipos negativos, Marlene ressalta que todas as doações são bem vindas. 

[jwplayer mediaid="65983"]

A unidade de coleta em Jaraguá do Sul, atende das 7h as 12h e para doar é necessário agendar um horário através do telefone 3055-0454. 


Os critérios essenciais para alguém que queira ser um doador de sangue são: ser saudável, ter entre 16 e 67 anos e pesar mais de 50 quilos. Entretanto, existem restrições quanto a algumas doenças e medicamentos que a pessoa esteja tomando. Nos casos de câncer, só pode doar a pessoa que teve câncer de pele. Em qualquer outro tipo da doença não é permitido doar, assim como pessoas com doenças cardiovasculares, doença de chagas e doença renal crônica. Se você teve hepatite viral após os 11 anos de idade, também não pode doar. Quem teve caxumba, conjuntivite e dengue pode doar, mas precisa dar um intervalo entre a cura da doença e a doação. No caso dos medicamentos, são impedidas de doar pessoas que tomam remédios para pressão, que agem no sistema nervoso central. Se por algum desses motivos você está entre os que não podem doar sangue, o ideal é tentar incentivar outras pessoas a se tornarem doadores.

JANICI DEMETRIO

Matérias Relacionadas

Geral

Depois de 200 anos, jabutis voltam ao Parque Nacional da Tijuca no Rio

É a terceira espécie reintroduzida no local desde 2010 pelo Refauna
Depois de 200 anos, jabutis voltam ao Parque Nacional da Tijuca no Rio
Economia

Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat

Prazo para pedir valor pago a mais acaba no fim do exercício de 2020
Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat
Geral

Brasileiro não precisa mais de visto para visitar o Catar

Brasil e Catar vão permitir que seus habitantes permaneçam em território sem visto de entrada por um período máximo de 90 dias por 12 meses
Brasileiro não precisa mais de visto para visitar o Catar
Mundo

Incêndio: Austrália vai investir 1,24 bilhão na indústria do turismo

Morrison explicou que pretende dar "um grande impulso" à indústria turística, mas disse que o plano será detalhado na próxima semana
Incêndio: Austrália vai investir  1,24 bilhão na indústria do turismo
Ver mais de Geral