Geral

Em viagem à Europa, Colombo negocia trazer investimento para reciclagem de papelão em SC

20 Mai 2011 - 11h26

A comitiva do governador Raimundo Colombo, que agora passa pela Espanha, saiu otimista após uma vista a uma empresa espanhola na quinta-feira.

Com a intenção de investir entre 150 milhões e 250 milhões de euros (cerca de R$ 500 milhões), a companhia utiliza a reciclagem de papelão para a construção de embalagens para o transporte de produtos.

A proposta está centrada na instalação de uma unidade para atender o crescente mercado brasileiro, principalmente entre as empresas exportadoras. O encontro foi em Palencia, na região de Valladolid, a 230 quilômetros de Madri.

O anúncio da Europac, que se associa a uma empresa do Brasil no empreendimento, ainda está na fase de projeto. O governador Raimundo Colombo disse que o trabalho está avançado e que os espanhóis trabalham com a possibilidade de escolher entre quatro plantas industriais.

Assim, a sede da empresa poderia ser em São Domingos (Oeste), Santa Cecília (Meio-Oeste), Lages (Serra Catarinense) ou em um município do Planalto Norte.

A tecnologia utilizada pela fabricante de papelão está dentro do conceito de produção limpa. E a atividade lhe dá um ganho a mais: para cada emprego direto que cria, outros cinco indiretos são gerados.

Em comparação ao setor hidrelétrico, por exemplo, a proporção é de um para dois. Não é por acaso que a Europac considera o mercado promissor a partir de Santa Catarina.

O crescimento do Brasil, maior que a média da Europa, nos últimos anos, fez disparar a necessidade de material para o acondicionamento da produção. Um dos exemplos, é a maçã catarinense, que enfrentou dificuldades para transporte da produção.

O caminho para assegurar recursos para a efetivação do empreendimento espanhol pode ser linhas de crédito do BNDES.

O governador Raimundo Colombo sugeriu que os empresários conheçam melhor estas modalidades e colocou os técnicos do governo do Estado à disposição dos espanhóis para auxiliar nas demandas.

Mesmo sem divulgar detalhes da operação em Santa Catarina, a Europac trabalha com a perspectiva de faturar R$ 200 milhões por ano, o que recuperaria o investimento em menos de 60 meses.

 

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Proteção Social Básica de Jaraguá do Sul apoia campanha "Faça Bonito"

Esta terça-feira (18), é o dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Geral

Homem do campo garante direitos e benefícios ao emitir Nota Fiscal

Documento é obrigatório na circulação de bens e materiais relacionados com as atividades, mercadorias e produtos de uma propriedade rural
Homem do campo garante direitos e benefícios ao emitir Nota Fiscal
Geral

Setor produtivo e parlamentares terão audiência com ministro da Infraestrutura

Em reunião semipresencial, nesta segunda-feira (17) representantes do COFEM e parlamentares debateram uma agenda conjunta de prioridades
Geral

Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem

Dados de uma pesquisa referente ao ano de 2020, revelaram que 91% da população entrevistada em nosso município pratica a reciclagem em suas residências.
Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem
Ver mais de Geral