CMJS - Agosto
Geral

Em ritmo de Femusc, CDL faz a primeira reunião-plenária em janeiro

31 Jan 2013 - 12h18

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul fez nesta quarta-feira (30), a primeira reunião do ano com os associados. Foi a primeira vez que a entidade se reuniu no mês de janeiro. De acordo com o atual presidente, Neivor Bussolaro, a ideia é começar as ações mais cedo, já que até então, a primeira reunião acontecia no fim de fevereiro, ficando os lojistas cerca de 90 dias sem as reuniões mensais. Da mesma forma, ocorreram alterações nas datas do chamado Sábado Legal, onde o comércio abre as portas uma vez por mês até as 17h. A partir deste ano, o primeiro Sábado Legal acontece já a partir de fevereiro, no dia 9. Até o mês de novembro, a programação será feita em 12 oportunidades.


Na reunião ocorrida nesta quarta-feira, o vice-presidente da CDL, Eduardo Schüwe, prestou contas dos investimentos na decoração natalina. Foram utilizados R$ 415 mil em 2012 e sobraram quase R$ 10 mil para serem aplicados na decoração do natal 2013.

O Festival de Música de Santa Catarina foi outro assunto da reunião da CDL, conforme destaca o repórter Rogério Tallini.

[jwplayer mediaid="65492"]

O presidente do Instituto Femusc, Paulo Chiodini, acompanhou a reunião da CDL e informou que o festival tem um investimento de R$ 2 milhões. E que o evento já é o grande produto turístico de Jaraguá do Sul e Santa Catarina, atraindo cada vez mais pessoas de outras regiões e países. Chiodini sugeriu maior envolvimento de setores, como o comércio, acrescentando que a cidade precisa viver mais intensamente o clima do Femusc e elogiou as lojas que decoraram suas vitrines com o tema. O investimento não é considerado alto, por conta da importância do festival, exemplificando o fato de que os 74 professores receberam R$ 5,5 mil de ajuda de custo para virem a Jaraguá do Sul. No entanto, se fosse pago cachê aos professores, não sairia por menos de R$ 100 mil cada.

O secretário-executivo do Instituto Femusc, Fenísio Pires Junior, destacou que a cidade e o Estado nunca estiveram por tanto tempo gerando notícia para o país. Ele avalia a participação do Femusc na reunião da CDL.

[jwplayer mediaid="65490"]

Quanto à divulgação, Pires Júnior destaca que cresce a cada ano o interesse da mídia pelo festival.

[jwplayer mediaid="65488"]

ROGÉRIO TALLINI