Premix Concreto
Fiscalização

Comissão faz vistoria em casas noturnas de Jaraguá do Sul

30 Jan 2013 - 12h07

A morte de mais de 230 pessoas ocorrida na madruga do último domingo em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, acendeu o sinal vermelho em todo o país para uma maior rigidez na liberação de funcionamento das casas noturnas. A maioria das capitais, cidades de grande, médio e até mesmo de pequeno porte começaram a se mobilizar para evitar tragédias como a da boate Kiss.


Em Jaraguá do Sul, desde ontem, a comissão formada em 2007 por policiais civis, Secretaria de Urbanismo, Defesa Civil, fiscais tributários e sanitários, e Corpo de Bombeiros Voluntários, começou a vistoriar novamente as cerca de 25 casas noturnas da cidade, juntamente com a Promotoria de Justiça. Em entrevista ao Programa Alô Comunidade, o secretário de Defesa Civil, Marcelo Prochnow, informou que pelo menos três casas noturnas haviam sido visitadas até às 16h.

[jwplayer mediaid="65550"]

Prochnow acrescentou que, além disso, há outros itens observados na vistoria.

[jwplayer mediaid="65554"]

A intenção é percorrer todas as casas noturnas em um período de duas semanas. No decorrer desta semana, devem sair os pareceres das primeiras visitas e a formalização dos pedidos de adequação.


Ainda segundo o secretário de Defesa Civil, até mesmo estabelecimentos que pertencem ao município como o Parque Municipal de Eventos e a Arena Jaraguá passarão por vistoria.

[jwplayer mediaid="65552"]

SÉRGIO LUIZ / ROGÉRIO TALLINI

 

Matérias Relacionadas

Geral

Temporal provoca queda de árvore em Corupá

Com a queda, pelo menos dois postes da Rua Francisco Mees, no bairro XV de Novembro, foram danificados
Temporal provoca queda de árvore em Corupá
Geral

Livro resgata receitas e histórias da Vó Nica

O lançamento acontece nesta quinta-feira (3). Toda a renda proveniente da venda do livro será revertida à AMA, da qual a autora, Marili Zanotti, é voluntária
Livro resgata receitas e histórias da Vó Nica
Geral

App gratuito ajuda entidades sem fins lucrativos na superação da crise instaurada pelo novo coronaví

Exclusivo para instituições do Terceiro Setor, religiosas ou não, o aplicativo, que é inteiramente gratuito, organiza processos e atividades centrais de cada entidade.
App gratuito ajuda entidades sem fins lucrativos na superação da crise instaurada pelo novo coronaví
Geral

Núcleo de Voluntariado da ACIJS lança iniciativa de valorização a ações solidárias na comunidade

A ideia é propagar experiências que fortaleçam propósitos que movem as pessoas individual e coletivamente
Ver mais de Geral