Fiscalização

Comissão faz vistoria em casas noturnas de Jaraguá do Sul

30 Jan 2013 - 12h07

A morte de mais de 230 pessoas ocorrida na madruga do último domingo em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, acendeu o sinal vermelho em todo o país para uma maior rigidez na liberação de funcionamento das casas noturnas. A maioria das capitais, cidades de grande, médio e até mesmo de pequeno porte começaram a se mobilizar para evitar tragédias como a da boate Kiss.


Em Jaraguá do Sul, desde ontem, a comissão formada em 2007 por policiais civis, Secretaria de Urbanismo, Defesa Civil, fiscais tributários e sanitários, e Corpo de Bombeiros Voluntários, começou a vistoriar novamente as cerca de 25 casas noturnas da cidade, juntamente com a Promotoria de Justiça. Em entrevista ao Programa Alô Comunidade, o secretário de Defesa Civil, Marcelo Prochnow, informou que pelo menos três casas noturnas haviam sido visitadas até às 16h.

[jwplayer mediaid="65550"]

Prochnow acrescentou que, além disso, há outros itens observados na vistoria.

[jwplayer mediaid="65554"]

A intenção é percorrer todas as casas noturnas em um período de duas semanas. No decorrer desta semana, devem sair os pareceres das primeiras visitas e a formalização dos pedidos de adequação.


Ainda segundo o secretário de Defesa Civil, até mesmo estabelecimentos que pertencem ao município como o Parque Municipal de Eventos e a Arena Jaraguá passarão por vistoria.

[jwplayer mediaid="65552"]

SÉRGIO LUIZ / ROGÉRIO TALLINI

 

Matérias Relacionadas

Geral

Turbidez na água obriga Samae a desligar dois Sistemas Independentes

Os sistemas do Boa Vista e do Molha estão desligados e não há abastecimento de água naquelas regiões
Jaraguá do Sul

SINE divulga vagas de emprego disponíveis em Jaraguá do Sul

Interessados devem comparecer à agência Sine em Jaraguá do Sul, no piso térreo da Rodoviária
SINE divulga vagas de emprego disponíveis em Jaraguá do Sul
Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Geral

IPVA 2019: parcelamento em três vezes sem juros termina segunda-feira

O IPVA mais caro é do automóvel I/Lamborghini Avent S, com ano de fabricação 2018. O imposto do veículo é de R$ 77.440,68
IPVA 2019: parcelamento em três vezes sem juros termina segunda-feira
Ver mais de Geral