CMG - Setembro
Geral

Banco Mundial revê estimativa de crescimento da economia brasileira

16 Jan 2013 - 18h22

O Banco Mundial reduziu a expectativa de crescimento da economia brasileira em 2013, de 4,2% para 3,4%. A estimativa anunciada ontem (15), em Washington, está no documento Perspectivas Econômicas Mundias. De acordo com o banco, quatro anos após o início da crise financeira mundial, a economia global continua frágil e o crescimento em países considerados desenvolvidos é fraco.


Os países em desenvolvimento precisam, entre outras coisas, se concentrar no crescimento de sua próprias economias. Para os técnicos do Banco Mundial, os emergentes devem proteger o crescimento e fortalecer as reservas internacionais, pois o caminho da recuperação será "espinhoso". Entre os riscos associados, o documento cita os problemas na zona do euro e as políticas fiscais adotadas nos Estados Unidos.

A estimativa para o crescimento brasileiro é melhor do que previsão do mercado financeiro divulgada pelo Banco Central. Analistas e investidores estimam crescimento de 3,2% em 2013. O Banco Mundial prevê 3,4%.

Para 2014, a estimativa dos técnicos do Banco Mundial é de um crescimento de 4,1% para a economia brasileira ante os 3,9% previstos anteriormente. É resultado melhor do que o mercado financeiro estima (3,6%).

Segundo os relatório, o crescimento no Brasil deve se acelerar "impulsionado por políticas de estímulo monetário e fiscal cujos efeitos ainda não foram totalmente sentidos".


O relatório destaca o impacto da redução do crédito sobre o crescimento econômico brasileiro em ambiente considerado de comércio um pouco menos favorável. Para o Banco Mundial, as pressões inflacionárias poderão ser contrapostas com os cortes nas tarifas de eletricidade e com o próprio crescimento um pouco abaixo do potencial.

Os técnicos entendem que o ambiente externo fraco e a redução na demanda doméstica foram responsáveis pelo crescimento fraco da América Latina, de 3% no ano passado e a previsão, em 2013, é de 3,5%. O ritmo lento de crescimento pode ser observado para além da América Latina, pois países em desenvolvimento também registraram as piores taxas de crescimento da última década.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Geral

Vereador de Jaraguá do Sul quer fábrica de fraldas para atender pessoas carentes

Segundo o parlamentar, a Prefeitura gasta em torno de R$ 200 mil com a compra do produto
Vereador de Jaraguá do Sul quer fábrica de fraldas para atender pessoas carentes
Geral

Morro Boa Vista será declarado de utilidade pública

A medida é necessária para que sejam feitos os investimentos públicos na revitalização da área mais alta do morro
Morro Boa Vista será declarado de utilidade pública
Saúde

Infestação do mosquito maruim deve começar a diminuir até o final de 2019, afirma pesquisador

O pesquisador Lineu Fernando Del Ciampo, que integra a equipe de profissionais do laboratório, foi o entrevistado de hoje no jornal Diário da Jaraguá
Infestação do mosquito maruim deve começar a diminuir até o final de 2019, afirma pesquisador
Brasil

Petrobras decide segurar repasses aos combustíveis apesar da alta do petróleo

O último reajuste no preço da gasolina foi anunciado no dia 5 de setembro
Petrobras decide segurar repasses aos combustíveis apesar da alta do petróleo
Ver mais de Geral