transito
ESPORTE

Seleção da China anuncia volta de Lippi quatro meses após saída

24 Mai 2019 - 10h00

Quatro meses depois da sua primeira saída, o técnico Marcello Lippi está de volta à seleção chinesa e com uma tarefa clara: a busca por uma vaga na Copa do Mundo de 2022, sendo que a sua participação nas Eliminatórias Asiáticas vai se iniciar em setembro.

A Federação Chinesa de Futebol (CFA, na sigla em inglês) anunciou sexta-feira que Lippi, de 71 anos e que liderou a Itália ao título mundial em 2006, assumirá a equipe em junho. Ele terminou sua passagem inicial, que durou 27 meses, após a eliminação da seleção nas quartas de final da Copa da Ásia, em janeiro.

A única aparição da China na Copa do Mundo foi em 2002, quando o torneio foi realizado por Coreia do Sul e Japão. "Quando Lippi estava anteriormente no comando da equipe nacional, os jogadores mostraram uma atitude positiva e espírito de luta", disse a CFA em um comunicado. "Nós acreditamos que com Lippi e sua equipe de assistentes técnicos, a seleção chinesa vai conseguir realizar seu sonho de se qualificar para a Copa do Mundo de 2022."

Lippi, que levou a Juventus ao título da Liga dos Campeões em 1996 e o Guangzhou Evergrande a vencer a versão asiática do torneio continental de clubes de 2013, assumiu a seleção da China pela primeira vez em outubro de 2016, já com as Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018 em andamento, não conseguindo a classificação, embora os resultados tenham melhorado.

Na Copa da Ásia, realizada no início de 2019, a equipe, com a maior média de idade do torneio - 29,2 anos -, parou nas quartas de final, tendo sofrido derrotas para a Coreia do Sul e o Irã.

Apesar da saída na sequência, Lippi, que também foi tricampeão nacional à frente do Guangzhou Evergrande, está familiarizado com os jogadores e desafios envolvidos para conduzir a seleção chinesa, a 74ª colocada no ranking da Fifa. E trabalhará em parceria com Guus Hiddink, contratado para dirigir a equipe sub-23 da China na busca pela vaga na Olimpíada de 2020, em Tóquio.

Lippi sucederá o também italiano Fabio Cannavaro, que teve um breve período no comando da seleção da China, mas sem ter deixado o comando do Guangzhou. O capitão da Itália na conquista do título mundial de 2006 deixou o cargo após duas derrotas em amistosos em março, passando a se concentrar em suas funções no clube.

Matérias Relacionadas

Esportes

Confira o programa Arena dos Sports desta semana

O Arena dos Sports, da Rádio Jaraguá, é um programa voltado para todas as atividades esportivas, contando com informações e entrevistas com destaques de várias modalidades
Confira o programa Arena dos Sports desta semana
Esportes

CBF anuncia que jogos do Brasileiro retornam no dia 1º de junho

Competição foi interrompida por consequências das chuvas no RS
CBF anuncia que jogos do Brasileiro retornam no dia 1º de junho
Esportes

Jaraguá goleia Tubarão e segue com 100% no Catarinense

O time de Xande agora foca as atenções para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Praia Clube, que acontece neste sábado (25), às 18h, na Arena
Jaraguá goleia Tubarão e segue com 100% no Catarinense
Esportes

Jaraguá recebe o Tubarão pelo Campeonato Catarinense

Os ingressos antecipados seguem à venda até 12h no site do clube ou nos pontos físicos
Jaraguá recebe o Tubarão pelo Campeonato Catarinense
Ver mais de Esportes