transito
ESPORTE

Em jogo movimentado, Botafogo e Vasco empatam em 1º clássico da Taça Rio

23 Fev 2019 - 22h48Por Ricardo Magatti, especial para a AE

Em jogo movimentado, equilibrado e com alternativas para os dois lados, Botafogo e Vasco empataram em 1 a 1 no primeiro clássico da Taça Rio na noite deste sábado, no Engenhão. As chances perdidas pelos dois times foram determinantes para a igualdade no Clássico da Amizade, no início deste segundo turno do Campeonato Carioca.

Os rivais tiveram momentos distintos dentro do jogo e chances para saírem vitoriosos. O Vasco, campeão da Taça Guanabara, dominou boa parte do primeiro tempo e chegou ao seu gol, mas foi dominado em quase toda a etapa final, quando o Botafogo conseguiu o empate. Logo, o empate pode ser considerado justo.

Yago Pikachu, completamente desmarcado, precisou de duas chances para vencer Gatito Fernández e abrir o placar na primeira etapa. No segundo tempo, o Botafogo apresentou melhora, voltou mais organizado e chegou ao gol de empate com o zagueiro Marcelo Benevenuto.

O resultado mantém a invencibilidade vascaína no Campeonato Carioca, mas tira os 100% de aproveitamento da equipe treinada por Alberto Valentim, que também está invicta no ano, considerando os duelos da Copa do Brasil. Agora, são sete vitórias e um empate em oito jogos no Estadual. Já o Botafogo, apesar do bom futebol exibido em boa parte da partida, interrompeu a sequência de vitórias que durava quatro jogos - passou sem sofrer gols nesta série.

O JOGO - O Vasco se sentiu em casa, apesar de estar no Engenhão, no primeiro tempo do Clássico da Amizade. Ao seu estilo conhecido, o de pragmatismo em que impera a marcação forte e o contra-ataque, por vezes mortal, o time cruzmaltino aproveitou os erros bobos do rival e abriu o placar no início do jogo, aos seis minutos.

Pikachu precisou de duas chances, mas não decepcionou. Completamente livre na área, o lateral, que atua como ponta, recebeu cruzamento de Cáceres na medida, cabeceou para a defesa de Gatito, mas deu sorte pois a bola voltou em seu pé e ele não desperdiçou a segunda chance.

Apesar de estar melhor que o rival, o Vasco mostrou muita deficiência na criação das jogadas, quando tentava construir o jogo sem chutão, mas não esteve pior que o Botafogo, que não se encontrou nos primeiros 45 minutos. Erik teve em seus pés o único lance de perigo do time mandante na etapa inicial, mas chutou para fora.

A provável bronca que os botafoguenses receberam de Zé Ricardo no intervalo deu resultado e o time alvinegro voltou muito melhor no segundo tempo. Errou muito menos, conseguiu colocar a bola no chão, tarefa liderada por Gustavo Bochecha, que entrou no lugar de Jean no intervalo, e não demorou a empatar.

Marcelo Benevenuto foi às redes. O zagueiro marcou aos oito minutos da etapa final. No lance, a bola foi levantada para área, Maxi tentou afastar, mas o zagueiro do time alvinegro apareceu bem no miolo da pequena área para cabecear no canto direito de Fernando Miguel.

No final, a partida ficou aberta e os dois times tiveram perto de marcar novamente, especialmente o Botafogo, que apostou nos garotos oriundos da base nos instantes finais e pressionou o rival.

O próximo compromisso do Botafogo é pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 21h30, contra o Cuiabá, no Engenhão. Depois, encara o Volta Redonda no sábado, às 19 horas, no Raulino de Oliveira, pela segunda rodada da Taça Rio. O Vasco folga no meio de semana e também no sábado, mas às 16h30, encara o Boavista, em São Januário.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 x 1 VASCO

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Gabriel, Marcelo e Gilson; Jean (Gustavo Bochecha), Alan Santos (Gustavo Ferrareis), Rickson (Wenderson), Luiz Fernando e Leo Valencia; Erik. Técnico: Zé Ricardo.

VASCO - Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Raul (Andrey), Lucas Mineiro e Bruno César; Yago Pikachu, Rossi (Lucas Santos) e Maxi López (Ribamar). Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Yago Pikachu, aos seis minutos do primeiro tempo. Marcelo, aos oito minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Marcelo e Erik (Botafogo); Máxi Lopez (Vasco).

ÁRBITRO - Grazziani Maciel Rocha.

RENDA - R$ 288.838,00.

PÚBLICO - 9.002 pagantes (10.133 no total).

LOCAL - Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Matérias Relacionadas

Esportes

Confira o programa Arena dos Sports desta semana

O Arena dos Sports, da Rádio Jaraguá, é um programa voltado para todas as atividades esportivas, contando com informações e entrevistas com destaques de várias modalidades
Confira o programa Arena dos Sports desta semana
Esportes

CBF anuncia que jogos do Brasileiro retornam no dia 1º de junho

Competição foi interrompida por consequências das chuvas no RS
CBF anuncia que jogos do Brasileiro retornam no dia 1º de junho
Esportes

Jaraguá goleia Tubarão e segue com 100% no Catarinense

O time de Xande agora foca as atenções para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Praia Clube, que acontece neste sábado (25), às 18h, na Arena
Jaraguá goleia Tubarão e segue com 100% no Catarinense
Esportes

Jaraguá recebe o Tubarão pelo Campeonato Catarinense

Os ingressos antecipados seguem à venda até 12h no site do clube ou nos pontos físicos
Jaraguá recebe o Tubarão pelo Campeonato Catarinense
Ver mais de Esportes