ESPORTE

Com pratas de Rafaela Silva e Mayra Aguiar, Brasil ganha 6 medalhas na Áustria

16 Fev 2019 - 19h21

Uma semana depois de decepcionar no Grand Slam de Paris, na França, onde não conquistou uma medalha sequer, a seleção feminina de judô do Brasil brilhou neste sábado ao terminar o Aberto de Oberwart, na Áustria, com seis medalhas no peito. Foram duas pratas, para a campeã olímpica Rafaela Silva (até 57kg) e para a bicampeã mundial Mayra Aguiar (até 78kg), e quatro bronzes.

Na Áustria, na segunda competição da seleção feminina no ano, o Brasil disputou medalhas em seis das sete categorias. Além das pratas de Mayra Aguiar e Rafaela Silva, o País teve os bronzes das pesados Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg), assim como Ketleyn Quadros (até 63kg) e a meio-leve Larissa Pimenta (até 52kg), caçula da equipe, que conquistou a sua primeira medalha em competições sênior aos 19 anos. Isso apenas uma semana após ficar em sétimo lugar no Grand Slam de Paris.

"Essa competição foi muito importante para mim, pois estou ficando cada vez mais confiante", revelou a judoca. "Agora, pegando no quimono de atletas sênior, eu evoluo cada vez mais, sempre colocando novos objetivos a serem atingidos. Fico feliz com essa conquista e continuarei focada nos treinos aqui na Europa para chegar bem no Grand Slam de Dusseldorf. Agradeço a confiança que a CBJ tem depositado em mim", concluiu.

O judô brasileiro também foi representado em Oberwart com Gabriela Chibana (até 48kg), Nathália Brígida (até 48kg), Tamires Crude (até 57kg), Alexia Castilhos (até 63kg), Ellen Santana (até 70kg) e Samanta Soares (até 78kg), mas nenhuma delas chegou à disputa de medalhas.

A próxima competição do judô brasileiro será o Aberto de Dusseldorf, na Alemanha. O Brasil terá tanto a equipe feminina, quanto a masculina - esta não competiu em Paris e na Áustria. A competição acontecerá nos próximos dias 22, 23 e 24 e distribuirá até 1.000 pontos (campeão) no ranking.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Após queda na Libertadores, Renato Gaúcho deixa comando do Grêmio

Técnico ficou no cargo por quatro anos e sete meses, com sete títulos
Após queda na Libertadores, Renato Gaúcho deixa comando do Grêmio
Esportes

Vasco encerra tabu, derrota Flamengo e segue vivo no Carioca

Cruzmaltino, que não superava o rival há 17 jogos, assume 5º lugar
Vasco encerra tabu, derrota Flamengo e segue vivo no Carioca
Esportes

Grêmio perde outra vez para Del Valle e dá adeus à Libertadores

Tricolor segue para Sul-Americana e algozes serão rivais do Palmeiras
Grêmio perde outra vez para Del Valle e dá adeus à Libertadores
Esportes

Secretaria de Esporte seleciona alunos para a prática do tiro ao alvo

Para participar da seleção é preciso ser brasileiro nato ou naturalizado, residir em Jaraguá do Sul e ter idade mínima seis anos completos até a data da inscrição
Secretaria de Esporte seleciona alunos para a prática do tiro ao alvo
Ver mais de Esportes