Joaçaba Pneus
ECONOMIA

Vendas em supermercados têm alta real de 3,33% em novembro

21 Dez 2018 - 14h24Por Dayanne Sousa

As vendas dos supermercados brasileiros tiveram alta real de 3,33% em novembro na comparação com o mesmo mês de 2017, conforme dados do Índice Nacional de Vendas, da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O índice é deflacionado pelo IPCA/IBGE.

Na comparação com outubro, as vendas aumentaram 5,36%. Com o resultado de novembro, o setor acumula alta real de 1,97% nas vendas em 11 meses.

Apesar de uma aceleração do crescimento nos meses finais de 2018, o ano acabou frustrando as expectativas da Abras. A previsão inicial da entidade era de crescimento de 3% nas vendas, projeção que mais tarde foi revisada para 2,5%. Agora, a Abras considera que o crescimento entre janeiro e dezembro deve se manter na faixa dos 2%.

Em valores nominais, ou seja, sem desconto da inflação, as vendas de novembro foram 7,51% maiores do que as do mesmo mês de 2017. O resultado de janeiro a novembro em termos nominais é um crescimento de 5,58%.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço

O insumo teve alta superior a 100% em 12 meses e tem impactado diversos setores, principalmente a construção e o metalmecânico
FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço
Economia

Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas

Todas as vagas são para contratações efetivas, os pré-requisitos e a carga horária variam de acordo com o cargo.
Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas
Geral

Sicredi fortalece o compromisso com a agricultura familiar em SC

Atuação do Sicredi junto a agricultura familiar e em toda a cadeia produtiva do agronegócio fomenta o desenvolvimento econômico.
Sicredi fortalece o compromisso com a agricultura familiar em SC
Economia

Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota

Cerca de 450 pessoas trabalham na unidade
Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota
Ver mais de Economia