ECONOMIA

Valor do aluguel residencial sobe 1,51% em São Paulo em 12 meses, diz Secovi-SP

22 Abr 2019 - 11h21

O valor médio do aluguel residencial na cidade de São Paulo subiu 1,51% no período de 12 meses (abril de 2018 a março de 2019), segundo a Pesquisa Mensal de Locação Residencial, elaborada mensalmente pelo Sindicato da Habitação (Secovi-SP). Em nota, o sindicato destaca que o porcentual ficou bem abaixo do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que apresentou variação de 8,27% no acumulado de 12 meses.

Em março, a variação foi positiva em 0,10%.

Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, diz por meio de nota que a evolução dos últimos dois meses indica recuperação gradual do setor, comprovando que o momento permanece favorável para negociação entre proprietários e inquilinos.

Matérias Relacionadas

Economia

Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário

Conforme a Secretaria de Estado da Fazenda o valor coloca R$ 648 milhões extras na economia catarinense
Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário
Economia

SC é o estado com mais trabalhadores formais entre a população economicamente ativa

A informação está no Ranking de Competitividade dos Estados (CLP) que utiliza dados do IBGE
SC é o estado com mais trabalhadores formais entre a população economicamente ativa
Economia

WEG paga participação nos lucros em agosto

Com mais de 40 mil funcionários em todo o mundo, a empresa jaraguaense teve lucro líquido de R$ 1,327 bilhão no primeiro trimestre de 2024 (1T24)
WEG paga participação nos lucros em agosto
Economia

WEG fornece a primeira subestação móvel digital no mercado brasileiro

A solução destinada ao uso no sistema elétrico da Energisa Rondônia possibilita o monitoramento, controle e automatização de operações em tempo real
WEG fornece a primeira subestação móvel digital no mercado brasileiro
Ver mais de Economia