ECONOMIA

Preços de bens de capital caem 0,23% no IPP de janeiro, diz IBGE

27 Fev 2019 - 14h13Por Daniela Amorim

Os bens de capital ficaram 0,23% mais baratos na porta de fábrica em janeiro, segundo os dados do Índice de Preços ao Produtor (IPP), que inclui a indústria extrativa e de transformação, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ocorre após os preços terem aumentado 1,28% em dezembro de 2018. Os bens intermediários registraram redução de 1,62% nos preços em janeiro, ante uma queda de 2,81% em dezembro.

Já os preços dos bens de consumo caíram 0,22% em janeiro, depois de uma ligeira alta de 0,01% em dezembro. Dentro dos bens de consumo, os bens duráveis tiveram alta de 0,88% em janeiro, ante aumento de 0,50% no mês anterior. Os bens de consumo semiduráveis e não duráveis caíram 0,58% em janeiro, após a redução de 0,15% registrada em dezembro.

A queda de 1,05% do IPP em janeiro teve contribuição de -0,02 ponto porcentual de bens de capital; -0,95 ponto porcentual de bens intermediários; e -0,07 ponto porcentual de bens de consumo, sendo -0,14 ponto porcentual dos bens de consumo semiduráveis e não duráveis e 0,07 ponto porcentual dos bens de consumo duráveis.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Economia

Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado

Abono equivale ao 13º salário dos segurados
Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
Política

Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão

Durante o encontro, os associados da Acias fizeram alguns questionamentos e foram prontamente esclarecidos
Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão
Economia

Parceria entre WEG e Vale dá início a produção de eletrocentros em Minas Gerais

Contrato firmado entre WEG e Vale prevê o fornecimento de eletrocentros solares para implantação do Projeto Sol do Cerrado, um dos maiores parques de geração de energia fotovoltaica do Brasil
Parceria entre WEG e Vale dá início a produção de eletrocentros em Minas Gerais
Ver mais de Economia