vacina
ECONOMIA

'Poderemos ocupar a fábrica', diz sindicalista

21 Fev 2019 - 09h12Por Cleide Silva

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, informou que apenas na assembleia de terça-feira da próxima semana serão anunciadas medidas contra a decisão da Ford, caso até lá a empresa não altere sua posição.

"Poderemos fazer greve, ocupar a fábrica, colocar a luta na rua", diz. "Nossa ação será de acordo com o exagero e desrespeito que a Ford teve com os trabalhadores." Ele reclama que a empresa não foi a várias reuniões marcadas nos últimos meses, "sinalizando sua apatia".

No comunicado divulgado há dois dias, a Ford afirma querer construir um "negócio rentável e sustentável na América do Sul". Segundo a empresa, o grupo perdeu US$ 4,5 bilhões nas operações do Brasil, Argentina e Venezuela de 2013 a 2018.

O grupo vai concentrar sua produção na fábrica de Camaçari (BA), que recebeu vários incentivos no período da construção, em 2001, e conseguiu, no fim do ano passado, a prorrogação até 2025 do regime automotivo para o Nordeste, que concede benefícios fiscais. A fábrica da Fiat em Pernambuco também está nesse programa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Matérias Relacionadas

Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Geral

Cresol promove Semana Nacional de Educação Financeira na região

Tema central será a Proteção Financeira, com foco em formas de o consumidor se prevenir contra golpes e fraudes financeiras.
Cresol promove Semana Nacional de Educação Financeira na região
Ver mais de Economia