transito
ECONOMIA

PEC reduz de 40% para 28% a transferência do PIS/Pasep para o BNDES

20 Fev 2019 - 15h02Por Adriana Fernandes, Idiana Tomazelli e Eduardo Rodrigues

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) terá reduzido de 40% para 28% os recursos que recebe provenientes do PIS/Pasep. Essa redução dos repasses, que alimentam o funding do banco de fomento, foram incluídas na proposta de reforma da Previdência, divulgada nesta quarta-feira, 20. Com a medida, essas receitas do PIS/Pasep, vão para a seguridade social.

O secretário especial de Previdência Social do Ministério da Economia, Rogério Marinho, minimizou o impacto da medida para o BNDES. "O BNDES já recebe 28% de fato, ele inclusive tem outras possibilidades de se capitalizar", afirmou.

Como antecipou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a proposta prevê a segregação do Orçamento da seguridade social entre saúde, previdência e assistência. Essa era uma cobrança do Tribunal de Contas da União (TCU). A medida, segundo o governo, tem como objetivo garantir maior transparência.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia