ECONOMIA

Nós não enxergamos derrota nenhuma, diz Onyx sobre aprovação de PEC

27 Mar 2019 - 16h26Por Julia Lindner

Fragilizado, o governo tenta reforçar o discurso de que não vê como derrota a aprovação de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que engessa parcela maior do Orçamento e torna obrigatório o pagamento de despesas hoje passíveis de adiamento. "Ninguém no governo está vendo derrota nenhuma. É uma vitória e a reafirmação da autonomia do parlamento", minimizou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Ele disse que conversou com o presidente Jair Bolsonaro na manhã desta quarta-feira, 27, e sinalizou que ele possui o mesmo entendimento. Segundo Onyx, "quanto mais o orçamento puder ser compartilhado, melhor".

O ministro falou com a imprensa após participar do Encontro Nacional da Conferência dos Conselhos de Pastores do Brasil, que contou com a presença de integrantes da bancada evangélica, que vinha fazendo reclamações sobre a falta de diálogo com o governo. Depois do almoço, o ministro da Casa Civil disse que Bolsonaro começará a se reunir com presidentes de partidos e líderes de bancada quando retornar de viagem a Israel, a partir da próxima quinta-feira, dia 4. O objetivo é "estreitar o diálogo". Na mesma data, o presidente receberá o presidente do PRB, Marcos Pereira, que estava no almoço com Onyx hoje. Bolsonaro também deve receber o presidente do DEM, ACM Neto. O partido possui três ministros no governo, entre eles o próprio Onyx.

O ministro da Casa Civil destacou que o Poder Executivo "só pode respeitar" a votação na Câmara e que "não vai interferir" na apreciação da matéria no Senado.

Sobre qual será o papel de parlamentares no governo, Onyx disse que o governo Bolsonaro constituiu os cargos de primeiro e segundo escalão com "total independência", e agora vai cuidar das questões na esfera estadual.

Previdência

O ministro disse que "é preciso ter humildade para reconhecer que houve erros aqui e ali", numa referência à articulação política. "Mas o governo tem mostrado que não se cansa de buscar entendimento. A relação do governo com o parlamento todo dia pode melhorar um pouquinho. A hora que ficar bom vamos ser campeões do mundo", disse.

Onyx afirmou que a proposta da reforma da Previdência tem ajustes a serem feitos e que isso faz parte do trabalho dos congressistas. "Há um tempo de amadurecimento. É necessário paciência para as inconformidades que às vezes surgem", declarou.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2

Parcela varia de R$ 150 a R$ 375, dependendo do beneficiário
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2
Economia

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h
Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado
Economia

WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais

Com uma nova fábrica de Eletrocentros em Betim, companhia pretende fortalecer sua posição em um dos mais importantes mercados de equipamentos elétricos industriais e para geração de energia do país
WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais
Economia

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
Ver mais de Economia