Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Noruega propõe exclusão de empresas do setor de energia de fundo soberano

08 Mar 2019 - 09h18Por Monique Heemann

O governo da Noruega divulgou um comunicado nesta sexta-feira para propor a exclusão de companhias classificadas como de exploração e produção do setor de energia do fundo soberano do país, com objetivo de reduzir o risco agregado do preço do petróleo na economia norueguesa. O fundo soberano norueguês é o maior do mundo, com ativos de mais de US$ 1 trilhão.

"O objetivo é reduzir a vulnerabilidade da nossa riqueza comum a um declínio permanente do preço do petróleo", diz o texto, divulgado no site no Ministério da Economia da Noruega e atribuído à titular da pasta, Siv Jensen.

Segundo o comunicado, a proposta "não reflete qualquer visão específica sobre o preço do petróleo, a rentabilidade futura ou a sustentabilidade do setor petrolífero". Jensen reforça que a proposta de exclusão se trata se "diversificar". As empresas de exploração e produção serão gradualmente eliminadas do fundo ao longo do tempo, e os planos serão preparados em consulta com o Norges Bank, o banco central do país.

"Uma redução permanente no preço do petróleo terá implicações de longo prazo para as finanças públicas", reforça o texto. A decisão baseia-se, diz ainda o comunicado, nos pareceres e avaliações do Norges Bank e de um grupo de peritos.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo

Ferramenta diminui comparecimento às agências
Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo
Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

Setor teve expansão de 0,8% na média móvel trimestral
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
Ver mais de Economia