caragua
caragua mobile
ECONOMIA

MP traz 10 direitos para que atividades de baixo risco não passem pelo Estado

30 Abr 2019 - 18h38Por Lorenna Rodrigues e Felipe Frazão

O secretário de Desburocratização e Gestão do Ministério da Economia, Paulo Uebel, disse que a medida provisória batizada pelo governo de "liberdade econômica" vai cumprir promessas de campanha do presidente Jair Bolsonaro de desburocratização. "Estamos cumprindo com o que foi prometido, tirando o Estado do cangote das pessoas", afirmou, em cerimônia para assinatura do texto.

Na cerimônia, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, lembrou que a liberdade econômica estava prevista no plano de governo de Bolsonaro e disse que o País vai ficar "livre das amarras ideológicas. "O governo vai confiar nos indivíduos e recuará para o cidadão avançar", afirmou.

Segundo Uebel, a MP parte da premissa de que a "verdade será realizada" e que só deve ser punido quem não cumprir regras. O texto terá 10 princípios para que atividades de baixo risco não passem pela mão do Estado. "O trabalho é direito do cidadão, não cabe a Estado autorizar ou não", afirmou.

Como publicou o 'Estado', a MP libera exigências para empresas em fases de testes ou implementação, prevê prazo para que órgãos públicos concedam licenças que, se não foram cumpridos, serão tacitamente autorizadas e permite o armazenamento digital de documentos hoje exigidos em papel.

caragua mobile

Matérias Relacionadas

Economia

Brasil suspende exportações de carne e produtos de aves

Medida preventiva tomada após confirmação de foco de doença no RS
Brasil suspende exportações de carne e produtos de aves
Geral

Agência da Celesc retoma atividades nesta sexta-feira em Jaraguá do Sul

Estatal emite nota e lamenta paralisação ter afetado as lojas de atendimento
Agência da Celesc retoma atividades nesta sexta-feira em Jaraguá do Sul
Mundo

Apagão cibernético afeta sistemas bancários, mídia, aeroportos e telecomunicações

No Brasil, clientes de alguns bancos não conseguiram acessar suas contas
Apagão cibernético afeta sistemas bancários, mídia, aeroportos e telecomunicações
Economia

Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário

Conforme a Secretaria de Estado da Fazenda o valor coloca R$ 648 milhões extras na economia catarinense
Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário
Ver mais de Economia