Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior

25 Fev 2021 - 06h16Por Janici Demetrio
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões  - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A Weg encerrou o quarto trimestre de 2020 com lucro líquido de R$ 742,229 milhões, o que representa um crescimento de 48,3% ante o registrado no mesmo período de 2019. No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) chegou a R$ 981,015 milhões entre outubro e dezembro alta de 47,2% sobre um ano antes. A margem Ebitda ficou em 20,1%. Em 2020, o indicador somou R$ 3,267 bilhões, um crescimento de 45,6% ante o ano anterior, com margem Ebitda de 18,7%.

A receita operacional líquida totalizou R$ 4,889 bilhões nos últimos três meses de 2020, alta de 29,4% ante o registrado um ano antes. Em 2020, a receita somou R$ 17,469 bilhões, expansão de 30,9% ante 2019.

Em nota, a empresa disse que observou neste trimestre continuidade na melhora da atividade econômica, em especial no Brasil, onde a retomada, observada desde o terceiro trimestre de 2020, manteve elevada a demanda por produtos e soluções.

"Esta recuperação, aliada aos nossos esforços para controles de custos e eficiência operacional, foram fatores determinantes para o bom resultado apresentado neste trimestre", diz a nota.

O desempenho no mercado interno foi positivo, reforçando a melhora observada em áreas de negócios importantes, como Motores Comerciais e Appliance e Tintas e Vernizes, áreas estas com predominância de equipamentos de ciclo curto. As áreas de Equipamentos Eletroeletrônicos Industriais e Geração, Transmissão e Distribuição de Energia (GTD) também apresentaram boa evolução em relação ao trimestre passado, com destaque para os negócios de ciclo longo ligados a segmentos importantes como papel & celulose, mineração, óleo & gás e geração e transmissão de energia.

"No mercado externo, continuamos a observar uma recuperação gradual nos negócios de ciclo curto que, apesar de mais lenta, se mantém constante desde o final do segundo trimestre de 2020, piores meses do impacto da pandemia em nossos negócios. Já a atividade relativa aos projetos de ciclo longo, principalmente na área de Equipamentos Eletroeletrônicos Industrias, apresentou sinais de volatilidade, conforme já antecipado, reduzindo o ritmo de crescimento, resultando na queda da receita consolidada em moedas locais no mercado externo", ressalta a empresa.

A empresa Weg finaliza destacando que. apesar da dinâmica de negócios positiva neste trimestre, não considera a crise causada pela COVID-19 superada. Incertezas com relação à recuperação econômica mundial existem e os impactos futuros em diversos segmentos da indústria podem refletir em nossos negócios, seja na demanda pelos equipamentos de ciclo curto ou nos projetos relacionados aos equipamentos de ciclo longo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2

Parcela varia de R$ 150 a R$ 375, dependendo do beneficiário
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2
Economia

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h
Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado
Economia

WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais

Com uma nova fábrica de Eletrocentros em Betim, companhia pretende fortalecer sua posição em um dos mais importantes mercados de equipamentos elétricos industriais e para geração de energia do país
WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais
Economia

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
Ver mais de Economia