transito
ECONOMIA

Juros futuros recuam com reajuste do diesel, mas risco de greve limita movimento

18 Abr 2019 - 10h46Por Luciana Antonello Xavier

As taxas futuras de juros abriram esta quinta-feira, 18, mais perto da estabilidade e há pouco tinham queda moderada, em linha com o dólar, refletindo a reação positiva ao anúncio de reajuste do diesel. Profissionais de renda fixa, no entanto, ressaltam que o movimento é limitado pelo risco de greve dos caminhoneiros, além do leilão de títulos que o Tesouro realiza hoje.

Às 9h21, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2020 marcava 6,450%, de 6,460% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2021 exibia 7,09%, de 7,12%. O vencimento para janeiro de 2023 estava em 8,27%, de 8,31% no ajuste de ontem. E o DI para janeiro de 2025 caía a 8,79%, na mínima, de 8,84% no ajuste anterior. No câmbio, o dólar à vista cedia 0,19% neste mesmo horário, a R$ 3,9280. O dólar futuro para maio recuava 0,18%, a R$ 3,9315.

Matérias Relacionadas

Economia

Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados

Temporais e deslizamentos deixaram 1 mil desabrigados
Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Economia

Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha

O governo gasta mal e pretende economizar da pior forma ao atingir o próprio desenvolvimento com perspectiva de demissões
Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha
Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Ver mais de Economia