Delivery Much
ECONOMIA

Japão pode manter juros baixos além da primavera de 2020, diz Kuroda

25 Abr 2019 - 06h20Por Sergio Caldas

O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, disse nesta quinta-feira que a instituição poderá manter as taxas de juros nos atuais níveis extremamente baixos além de sua nova previsão, que é a primavera local de 2020.

"Não estou pensando em revisar os níveis das taxas de juros na primavera de 2020 a qualquer custo", disse Kuroda, em coletiva de imprensa que se seguiu à decisão do BoJ de, mais uma vez, manter sua política monetária inalterada.

Kuroda também comentou que as diretrizes do BoJ estão condicionadas a dados futuros, o que significa que a instituição poderá manter juros baixos depois da próxima primavera, a depender das condições econômicas e de preços.

O BoJ revisou hoje seu "guidance" - orientação futura -, ao dizer que pretende manter juros ultrabaixos até pelo menos a primavera de 2020. Anteriormente, o banco prometia manter os juros por um período prolongado, mas sem especificar datas.

Kuroda disse ainda que o BoJ provavelmente demorará algum tempo para cumprir sua meta de inflação de 2%. Mais cedo, o BC previu inflação de 1,6% para o ano fiscal de 2021.

Kuroda reiterou ainda que, se necessário, o BoJ está disposto a adotar novas medidas com rapidez e falou sobre a importância de conquistar a confiança dos mercados na saúde fiscal do país no longo prazo. Com informações da Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Santa Catarina inicia colheita de pitaia

Santa Catarina já é o segundo maior produtor da fruta no Brasil
Santa Catarina inicia colheita de pitaia
Geral

Obras de arte da duplicação da BR-280 são licitadas

Cinco empreiteiras participaram do processo licitatório, que compreende as obras de arte especiais do trecho - Ponte do Portal, Viaduto do Manne e elevado no bairro Avaí
Obras de arte da duplicação da BR-280 são licitadas
Economia

Vendas no comércio catarinense crescem 6,3% em novembro

O desempenho supera a média nacional de 4,1%. É a sexta taxa positiva consecutiva
Vendas no comércio catarinense crescem 6,3% em novembro
Economia

Santa Catarina registra crescimento de 11,1%, o segundo maior do país

O Estado apresentou resultado positivo em quatro indicadores da indústria no acumulado de 2020
Santa Catarina registra crescimento de 11,1%, o segundo maior do país
Ver mais de Economia