ECONOMIA

Guedes adia ida ao Senado para falar de pacto federativo, diz líder do governo

12 Mar 2019 - 15h01Por Daniel Weterman

O ministro da Economia, Paulo Guedes, adiou sua ida ao Senado para apresentar a proposta do novo pacto federativo e sugeriu que os senadores promovam um encontro antes com governadores e prefeitos para ouvir demandas dos governos estaduais e municipais sobre o tema, de acordo com o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

O encontro de senadores com governadores e prefeitos deve ocorrer na semana que vem, disse o parlamentar. Já a exposição de Guedes no plenário do Senado deve ser agendada para o período entre 25 e 29 deste mês.

"A dinâmica fica melhor dessa forma porque o ministro quer identificar a demanda dos governadores e prefeitos para quando ele vier já falar do que é possível fazer", comentou o líder do governo.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Guedes declarou que o governo articula a tramitação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) no Senado para mudar o chamado pacto federativo, acabando com as despesas obrigatórias e as vinculações orçamentárias. O ministro afirmou que a proposta dará aos políticos 100% do controle sobre o Orçamento.

De acordo com Bezerra Coelho, o governo vai propor a descentralização de recursos - demandada por governos regionais -, mas vai colocar como condição a desvinculação de gastos obrigatórios e repasses - proposta que enfrenta maior resistência pela preocupação de diminuição de gastos com Saúde e Educação.

Além disso, o novo pacto federativo deve vir acompanhado da liberação de novos créditos aos Estados, desde que os governadores se comprometam com ajuste fiscal. "Sem uma coisa, não tem outra", declarou o líder.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado

Segundo Talita Beber, presidente da CDL Jaraguá do Sul, o comércio local está preparado com promoções, ações de vendas casadas e, com foco na segurança por causa da pandemia
Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Ver mais de Economia