ECONOMIA

Governo sinaliza alinhamento com frente parlamentar do Novo Pacto Federativo

13 Mar 2019 - 20h39Por Camila Turtelli

A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que a pauta da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Novo Pacto Federativo está alinhada com o governo de Jair Bolsonaro. "É uma missão também do Paulo Guedes (ministro da Economia) trabalhar com essa descentralização dos recursos. A situação dos Estados é uma tragédia", disse Hasselmann, durante o lançamento da frente nesta quarta-feira, 13, na Câmara.

O presidente da frente, deputado Silvio Costa Filho (PRB-PE), afirmou que o grupo quer promover um "amplo diálogo entre prefeitos e governadores". Costa Filho ressaltou que a questão não é apenas ampliar o repasse de tributos feito pelos Estados. Ele afirmou que a frente pretende discutir outras questões como a Lei Kandir e a flexibilização das dívidas das unidades federativas. O deputado quer reunir os tribunais de contas dos Estados para debater. "Recebi hoje (quarta) uma ligação do presidente do Tribunal de Contas da União, o ministro José Múcio. Ele quer vir a essa comissão e ver como é possível integrar os tribunais dos Estados nessa discussão", disse.

Participaram do lançamento os presidentes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). "Vamos discutir uma nova relação federativa, entendemos que é uma regulamentação do pacto", afirmou o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado

Segundo Talita Beber, presidente da CDL Jaraguá do Sul, o comércio local está preparado com promoções, ações de vendas casadas e, com foco na segurança por causa da pandemia
Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Ver mais de Economia