ECONOMIA

Estoque total de crédito cai 0,9% em janeiro para R$ 3,232 trilhões, diz BC

27 Fev 2019 - 12h03Por Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

O estoque total de operações de crédito do sistema financeiro caiu 0,9% em janeiro de 2019 ante dezembro de 2018, para R$ 3,232 trilhões, informou nesta quarta-feira, 27, o Banco Central. Em 12 meses, houve alta de 5,0%.

Em janeiro ante dezembro, houve elevação de 0,6% no estoque para pessoas físicas e baixa de 2,7% para pessoas jurídicas.

De acordo com o BC, o estoque de crédito livre recuou 1,0% em janeiro, enquanto o de crédito direcionado caiu 0,8%.

No crédito livre, houve alta de 1,1% no saldo para pessoas físicas no mês passado. Para as empresas, o estoque recuou 3,4% no período.

O BC informou ainda que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) foi de 47,4% em dezembro para 46,8% em janeiro.

As projeções do BC, atualizadas no último Relatório Trimestral de Inflação (RTI), em dezembro, indicam expansão de 6,0% para o crédito total em 2019. A projeção para o crédito às famílias este ano é de alta de 7,0%, enquanto o crédito das pessoas jurídicas deve subir 5,0%. O BC projeta ainda alta de 10,5% no saldo de crédito livre no ano e elevação de 1,0% no direcionado.

Habitação

O estoque das operações de crédito direcionado para habitação no segmento pessoa física ficou estável em janeiro ante dezembro, totalizando R$ 599,086 bilhões, informou o Banco Central. Em 12 meses até janeiro, o crédito para habitação no segmento pessoa física subiu 4,7%.

Veículos

Já o estoque de operações de crédito livre para compra de veículos por pessoa física avançou 1,5% em janeiro ante dezembro, para R$ 172,856 bilhões. Em 12 meses, houve alta de 13,5%.

Concessões

As concessões no crédito livre caíram 11,0% em janeiro ante dezembro, para R$ 286,7 bilhões, informou o Banco Central. Houve avanço de 12,4% em 12 meses até janeiro.

No crédito para pessoas físicas, as concessões caíram 1,0% em janeiro ante dezembro, para R$ 167,8 bilhões. Em 12 meses até janeiro, há alta de 10,3%.

Já no caso de pessoas jurídicas, as concessões despencaram 22,3% em janeiro ante dezembro, para R$ 118,8 bilhões. Em 12 meses até janeiro, o avanço é de 15,2%.

BNDES

O saldo de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para empresas recuou 2,1% em janeiro ante dezembro, somando R$ 435,053 bilhões, informou o Banco Central. Em 12 meses, a queda acumulada é de 9,1%.

Em janeiro, houve recuo de 1,0% nas linhas de financiamento agroindustrial, baixa de 2,1% no financiamento de investimentos e queda de 4,6% no saldo de capital de giro.

Setores

O saldo de crédito para as empresas do setor de agropecuária caiu 2,3% em janeiro, para R$ 23,158 bilhões, informou o Banco Central.

Já o saldo para a indústria cedeu 1,9%, para R$ 646,396 bilhões. O montante para o setor de serviços teve baixa de 4,6%, para R$ 721,456 bilhões.

No caso do crédito para pessoa jurídica com sede no exterior e créditos não classificados (outros), o saldo subiu 32,4%, aos R$ 34,456 bilhões.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Geral

Prefeito e vice participam da plenária da CDL de Jaraguá desta quarta

Eles falam sobre os projetos para a gestão 2021-2024.
Prefeito e vice participam da plenária da CDL de Jaraguá desta quarta
Economia

Presidente da Fapesc visita Jaraguá do Sul

Fábio Zabot Holthausen veio a Jaraguá para estreitar laços, trocar ideias e visitar, novamente, o Centro de Inovação - NovaleHub no bairro Três Rios do Sul.
Presidente da Fapesc visita Jaraguá do Sul
Ver mais de Economia