Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Dólar cai à espera de instalação da CCJ na Câmara e com exterior ameno

11 Mar 2019 - 11h02Por Silvana Rocha

O dólar opera em queda no mercado doméstico na manhã desta segunda-feira, 11. Investidores precificam a perspectiva de instalação da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara nesta quarta-feira, 13, segundo operadores. É pela CCJ que deve começar a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência.

Líderes partidários podem começar a indicar nomes para compor o colegiado a partir desta segunda-feira, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Na tarde desta segunda, o presidente Jair Bolsonaro reúne-se com o ministro da Economia, Paulo Guedes (15h), em meio a informações contraditórias sobre a articulação política e o apoio já obtido pelo governo à aprovação da proposta.

Além disso, um clima externo ameno nesta manhã contribui para induzir vendas da moeda americana. Na sexta-feira, 8, os dados bem mais fracos que o esperado de criação de vagas (payroll) nos Estados Unidos foram os principais responsáveis pelo movimento de realização de ganhos com o dólar em âmbito global. Internamente, o dólar voltou a se aproximar na semana passada da barreira dos R$ 3,90, mas acabou terminando a semana na casa dos R$ 3,870.

O operador Luís Felipe Laudísio dos Santos, da Renascença DTVM, destaca que os investidores estrangeiros zeraram posição comprada em 22.280 contratos com Bancos na contraparte geral, na sexta-feira. Nesta segunda, após final de semana com diversas notícias políticas, que podemos caracterizá-las como positivas a princípio, abre-se caminho para uma melhora neste início de sessão, avalia. Ele prevê, no entanto, que a semana com agenda econômica intensa, principalmente com a possibilidade de instalação da CCJ na quarta-feira, deve seguir com bastante volatilidade.

O ajuste de baixa nesta segunda ocorre após o dólar ter acumulando ganhos de 3,11% em março até a última sessão. A queda em linha com o recuo majoritário do dólar ante divisas de países emergentes exportadores de commodities nesta manhã no exterior. O índice do dólar estava estável há pouco.

Nas principais bolsas europeias e futuros de Nova York predominam ganhos, com exceção do Dow Jones Futuro que recua, afetado por perdas de ações da Boeing, após a queda de uma aeronave 737 Max 8 da Ethiopian Airlines neste domingo, na Etiópia, que matou 157 pessoas. Algumas companhias aéreas já começaram a suspender a utilização do modelo e sua operação foi suspensa na China. Na Europa, as principais bolsas também avançam, apesar das incertezas sobre a separação do Reino Unido da União Europeia, cujo prazo final expira em 29 de março.

Às 9h40 desta segunda-feira, o dólar à vista caía 0,53%, a R$ 3,8495. O dólar futuro para abril recuava 0,52%, a R$ 3,8525.

No radar dos agentes financeiro está o leilão federal de três blocos de aeroportos marcado para esta sexta-feira (15/3). A previsão de analistas do mercado é de que operadores da Europa darão o tom à operação. A expectativa é de que o certame atraia tanto grupos que já atuam no País, como a Vinci (operadora do terminal de Salvador), quanto novos entrantes, como as estatais francesa ADP e italiana Aena.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo

Ferramenta diminui comparecimento às agências
Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo
Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

Setor teve expansão de 0,8% na média móvel trimestral
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
Ver mais de Economia