Economia

COVID -19 - ACIJS amplia recomendações a empresas e pede comprometimento da comunidade

"Estamos sofrendo agora uma situação que é o reflexo de um comportamento generalizado de relaxamento e isso coloca em xeque as questões econômicas", avalia o presidente da ACIJS Luis Hufenüssler Leigue

26 Nov 2020 - 11h54Por Janici Demetrio

"O aumento nos casos em Jaraguá do Sul novamente nos traz a atenção aos cuidados básicos de prevenção. Estamos sofrendo agora uma situação que é o reflexo de um comportamento generalizado de relaxamento e isso coloca em xeque as questões econômicas", avalia o presidente da ACIJS e do Centro Empresarial, Luis Hufenüssler Leigue.
 
Na opinião do empresário, a inclusão de Jaraguá do Sul e dos demais municípios do Vale do Itapocu, integrantes da região Norte, no nível "gravíssimo" da matriz de risco do coronavírus no Estado, acende uma luz de alerta importante.
 
"Por mais que tenhamos uma situação de grande volume de diagnósticos positivos, embora ainda aparentemente com menos indicadores de maior gravidade em relação a outros municípios no estado, temos uma elevação na matriz de risco definida pelas autoridades que nos força a novas limitações e, com elas, restrições nas atividades econômicas", observa.
 
Leigue diz que a entidade empresarial está atenta e atuando em relação a esse novo quadro, buscando orientar os associados quanto aos protocolos, disponíveis para que as empresas possam atuar preventivamente, ou agindo proativamente com uma ação quando houver casos comprovados, e ainda no sentido de fazer girar o estoque detestes rápidos para auxiliar na triagem e o impacto de uma infecção no ambiente de uma empresa seja minimizado.
 
"A situação que vivemos neste momento requer maior atenção da comunidade, é necessário que todos se comprometam com a prevenção e com os cuidados. Devemos ter semanas mais difíceis pela frente, coma possibilidade de mais restrições, devido à classificação gravíssima na qual o município a região passaram a fazer parte, e isso faz com que a sociedade como um todo deva ficar atenta para podermos reduzir esses indicadores e possamos chegar ao final do ano com uma situação melhor. Não podemos esquecer que o período de final de ano remete sempre para uma maior movimentação de pessoas, em todos os ambientes, e com isso a exposição a maiores riscos", sugere o empresário.
 
Desde o começo da semana, com a expectativa de agravamento dos indicadores, a ACIJS tem reforçado a comunicação com associados, com o objetivo de não deixar diminuir a mobilização do setor produtivo em relação à situação de enfrentamento à Covid-19.
 
"O momento agora é de um chamado geral para o comprometimento de todos, com muita orientação que estamos disponibilizando para os associados e para a comunidade, que devem seguir à risca as recomendações das autoridades de saúde", completa Luis Leigue.
 

Matérias Relacionadas

Economia

Jaraguá do Sul busca apoio para avançar em projeto inédito como cidade inteligente

A iniciativa é abrangente, envolvendo todas as experiências que Jaraguá vem adotando seja no campo da inovação na indústria, no comércio e na administração pública.
Jaraguá do Sul busca apoio para avançar em projeto inédito como cidade inteligente
Política

[VÍDEO] Ratinho cita Jaraguá como uma das cidades mais organizadas do Brasil

Em rede nacional, apresentador mandou abraço para o prefeito Antídio Lunelli e citou o município como referência para o país 
[VÍDEO] Ratinho cita Jaraguá como uma das cidades mais organizadas do Brasil
Economia

Governo do Estado inicia entrega de cartões do SC Mais Renda

Na manhã de segunda-feira, 26, foi realizada a entrega simbólica a três beneficiários no Centro Administrativo, em Florianópolis
Governo do Estado inicia entrega de cartões do SC Mais Renda
Economia

Apresentador Ratinho visita Jaraguá do Sul

A visita ocorreu após a matéria da "Revista Isto É" que destacou a cidade como polo industrial, econômico e de desenvolvimento
Apresentador Ratinho visita Jaraguá do Sul
Ver mais de Economia