Delivery Much
ECONOMIA

China não deveria retaliar, ou coisas apenas ficariam piores, diz Trump

13 Mai 2019 - 08h54Por Gabriel Bueno da Costa

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi ao Twitter nesta manhã defender sua estratégia para o comércio com a China. Em suas mensagens, Trump afirmou que o país asiático não deveria impor retaliações contra produtos americanos, "ou as coisas apenas ficariam piores".

Trump argumentou que não há motivo para os consumidores americanos pagarem pelas tarifas mais recentes, que segundo ele entram em vigor na China nesta segunda-feira. Trump disse, sem citar a fonte, que teria sido "provado" que apenas 4 pontos porcentuais dos custos pelas tarifas vão para os consumidores americanos e 21 pontos para os chineses, "porque a China subsidia produtos em uma escala muito grande".

O presidente americano recomendou aos consumidores locais que comprem produtos de um país não tarifado ou um produzido localmente. De acordo com ele, muitas companhias deixarão a China, preferindo o Vietnã ou outras nações asiáticas. "É por isso que a China quer tanto fazer um acordo!", afirmou.

Trump disse que a China tem tirado vantagem dos EUA "por tantos anos" e que os presidentes americanos não haviam feito nada a respeito até então. "Portanto, a China não deveria retaliar ou as coisas apenas ficariam piores!", argumentou. Ele ainda escreveu que os países tinham um acordo quase concluído, mas Pequim recuou. "Eu digo abertamente ao presidente Xi Jinping e a todos os meus muitos amigos na China que ela será grandemente prejudicada se não fizer um acordo porque as empresas serão forçadas a deixá-la por outros países", afirmou.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Serão beneficiadas 3,5 milhões de pessoas
Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões

A quina teve 75 ganhadores, com prêmio individual de R$ 32.688,93
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Ver mais de Economia