ECONOMIA

BC da Rússia deixa juro básico em 7,75%, mas admite cortes em 2019

22 Mar 2019 - 08h50Por Sergio Caldas

O Banco Central da Rússia decidiu manter sua taxa básica de juros inalterada em 7,75%, após concluir reunião de política monetária nesta sexta-feira, com o argumento de que a inflação do país vem se mantendo abaixo de suas expectativas.

Como resultado, o BC russo reduziu sua previsão para a inflação doméstica deste ano de uma faixa de 5% a 5,5% para o intervalo de 4,7% a 5,2%. A instituição espera que a inflação retorne para o patamar de 4% no primeiro semestre de 2020.

A autoridade monetária russa também admitiu que poderá cortar juros neste ano se a inflação e a dinâmica da economia se comportarem em linha com seu cenário.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem

Dados de uma pesquisa referente ao ano de 2020, revelaram que 91% da população entrevistada em nosso município pratica a reciclagem em suas residências.
Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem
Economia

Senado aprova suspensão no aumento de preço de medicamentos em 2021

Texto determina a reversão de reajustes já aplicados neste ano
Senado aprova suspensão no aumento de preço de medicamentos em 2021
Economia

Programa de redução de salário preserva 1,5 milhão de empregos

Empresas de serviço e de comércio têm usado mais programa do governo
Programa de redução de salário preserva 1,5 milhão de empregos
Economia

Petrobras obtém lucro de mais de R$ 1 bilhão no primeiro trimestre

Empresa aumentou produção de petróleo e gás natural em 3%
Petrobras obtém lucro de mais de R$ 1 bilhão no primeiro trimestre
Ver mais de Economia