Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Azul e Avianca levarão até um ano para se unir

15 Mar 2019 - 09h30Por Luciana Collet

A potencial integração entre a Azul e parte das operações da Avianca Brasil, em recuperação judicial, que a empresa de David Neeleman pretende adquirir, deve demorar entre seis meses e um ano após a aprovação do negócio. A estimativa é de John Peter Rodgerson, presidente da Azul. "Gostaria de seis meses para fazer uma 'família Azul', mas a expectativa é de até 12 meses", disse.
Para o negócio ser concluído, as empresas ainda precisam superar várias etapas, incluindo a aprovação dos credores da Avianca e das autoridades reguladoras brasileiras, que é estimado em três meses. Rodgerson minimizou a preocupação de especialistas quanto ao aval a ser dado para o modelo de operação. "O que estamos fazendo é o que outros fizeram, o que a Gol fez com a Varig", afirmou. "Não estou comprando slot (autorização de pousos e decolagens), mas uma empresa que está operando slot."
Ele também confirmou que Azul está disposta a antecipar até US$ 40 milhões para ajudar a Avianca. Ele admitiu que "um pouquinho" de recursos já foi repassado, por intermédio do juiz da recuperação judicial, mas não revelou o total.
Executivos da Azul salientam que a adaptação completa da frota deve levar mais tempo. A companhia estima investimento de US$ 130 milhões na reconfiguração e pintura dos aviões e treinamento de equipes.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

Setor teve expansão de 0,8% na média móvel trimestral
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
Economia

Em nova coleção, Malwee aposta em versatilidade e moda atemporal

Marca apresenta peças atemporais como moletons, malhas texturizadas, calças jogger, jeans e tricôs clássicos para serem usados por vários invernos
Em nova coleção, Malwee aposta em versatilidade e moda atemporal
Ver mais de Economia