Delivery Much
ECONOMIA

Aneel aprova reajuste tarifário médio de 2,80% para a Energisa Sergipe

16 Abr 2019 - 19h14Por Luciana Collet

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um reajuste médio de 2,80% nas tarifas da Energisa Sergipe, válido a partir de 22 de abril. O reajuste para os consumidores atendidos em baixa tensão será de 3,33%, em média, sendo 3,04% para os consumidores residenciais. Para as tarifas de consumidores atendidos em alta tensão, a alta será de 1,84%.

A quitação antecipada de um empréstimo bilionário, da chamada Conta ACR, e ajustes em rubrica da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) contribuíram para reduzir o reajuste em aproximadamente 4,03%. A Conta-ACR foi um mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para cobertura de custos adicionais e não previstos com a compra de energia no mercado de curto prazo entre fevereiro e dezembro de 2014. A origem desses recursos foi um financiamento feito junto a um pool de bancos e que era amortizado a partir de arrecadação feita na conta de luz. A previsão inicial era de quitação em abril de 2020, mas o governo negociou o pagamento antecipado desse empréstimo, anunciado em março.

Por outro lado, o reajuste foi influenciado pelo aumento do valor da energia das usinas operadas no regime de cotas e pela compensação dos valores de compra de energia não considerados no valor médio concedido na tarifa (CVA Energia) definida no último processo tarifário. A bandeira tarifária contribuiu para reduzir em 4,55% o índice final do reajuste.

A Energisa Sergipe atende 778,9 mil unidades consumidoras localizadas em 62 municípios do Estado de Sergipe.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Serão beneficiadas 3,5 milhões de pessoas
Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões

A quina teve 75 ganhadores, com prêmio individual de R$ 32.688,93
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Ver mais de Economia