TPAC: saiba mais sobre o distúrbio auditivo

O Transtorno de Processamento Auditivo Central pode causar impactos negativos na vida da criança

02 Jun 2020 - 15h50Por Marcio Freitas

O TPAC (Transtorno de Processamento Auditivo Central) é uma falha do sistema nervoso central. O processamento auditivo central é um conjunto de habilidades que o cérebro tem para entender ou dar significado ao que se ouve. A principal característica em pessoas com o distúrbio está na dificuldade de processamento das informações captadas. Em resumo, isso quer dizer que as informações são ouvidas normalmente, mas há uma deficiência neurológica que prejudica a compreensão. 

Por isso, são percebidos comportamentos como alteração na comunicação oral ou na utilização de regras gramaticais, problemas de leitura, escrita e linguagem, dificuldade em localizar os sons, memória auditiva prejudicada, agitação e desatenção, dificuldade de compreender a fala em ambientes ruidosos ou não acompanhamento de conversas com muitas pessoas ao mesmo tempo. 

O TPAC pode causar sérios impactos psicoemocionais, educacionais e sociais. Como afeta a compreensão de fala, o desenvolvimento das habilidades linguísticas e a capacidade de percepção dos sons, prejudica o aprendizado escolar. Ou seja, o diagnóstico precoce é de extrema importância.

O diagnóstico ocorre por meio de uma avaliação é multidisciplinar, contando com diversos profissionais. No entanto, a verificação específica do processamento auditivo é realizada por fonoaudiólogo que realiza testes em cabine acústica. Nela, o paciente utiliza fones auriculares através dos quais são aplicados os testes. Eles são selecionados de acordo com a faixa etária e capacidade de respostas do paciente. Na avaliação são realizados diferentes testes para investigar diferentes habilidades auditivas.