Prevenção masculina = uma necessidade!

Prevenção é adotar medidas preventivas e saudáveis para que se tenha qualidade de vida e saúde.

25 Nov 2019 - 12h00Por Cristiane Molon

Diagnosticar um problema não é prevenção, mas, sim, detecção. As maiores causas de mortes em homens são decorrentes de problemas cardiovasculares, tendo a hipertensão arterial, o diabetes, síndrome metabólica, obesidade, sedentarismo e tabagismo como fatores de risco. Também a cada dois segundos ocorre um derrame cerebral, problema incapacitante e com sérias repercussões.

O interessante de tudo isso é que com estilo de vida saudável se evita muitas doenças. A vida moderna comtempla a automatização, ou seja, facilidades nem sempre benéficas. Estamos cada vez mais sedentários, não precisamos nos esforçar para trocar o canal da TV nem para abrir o vidro do carro, espremer laranja é quase raridade, o suco já vem prontinho, cheio de “tranqueirinhas” para durar mais. Gastamos pouca energia e, em contrapartida, consumimos muitas calorias. Comer porcarias de pacotes é muito fácil e tentador, são palatáveis, crocantes, saborosos e essas características são determinadas pelos conservantes, xenobióticos, edulcorantes, flavorizantes, gordura trans... a lista é interminável. 

Dessa forma, o corpo está cada vez mais congestionado e inflamado, organicamente falando. Essas toxinas ambientais que vem com os alimentos, vão parar em órgãos como o fígado, rins, intestino e sistema linfático. Se o estilo de vida é bom, estes órgãos juntam esses “lixos” e resíduos metabólicos e jogam fora. Mas, se tiver uma gordura no fígado, ou excesso de peso ou intestino preguiçoso, esses resíduos impactam nos órgãos dificultando a absorção de nutrientes, enzimas e levando a desequilíbrios nutricionais.

Se puder evitar industrializados é um grande avanço. Troque sucos de caixinha por sucos naturais, margarina pela manteiga ou pelo azeite de oliva. Substitua bolachinhas, barrinhas de cereais por frutas, frutas secas e oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas). Deixe o refrigerante de lado e invista em água.

O hormônio predominante e que determina características masculinas é a testosterona. Sabe-se que consumo excessivo de café, diminui os níveis deste hormônio e que a ingestão de água ajuda a distribuir melhor os nutrientes, como o zinco e o boro, muito importantes para a saúde do homem. 

Inclua mais na rotina: 
Frutas vermelhas: mirtilo, morango, uva, amoras, beterraba, maçã (ricas em antocianidinas- antioxidantes)
Semente de abóbora, de girassol, amendoim e pistache:  ricas em zinco, vitamina B3 e ácido fólico;
Ovos, nozes, leguminosas (feijões, lentilha, ervilha): alimentos que contemplam o zinco, substância fundamental para a produção de hormônios.
Melancia: contém carotenóide licopeno, potente antioxidante, além de folatos, vitamina C e potássio.