Para emagrecer é necessário se conhecer

Sentir-se leve e disposto após comer é um bom sinal, ao passo que sentir sono, arrotar e ficar estufado indica que algo não caiu bem.

03 Dez 2018 - 07h30Por Cristiane Molon

Na busca por um estilo de vida saudável, vamos nos conhecendo mais e vai ficando claro como os alimentos reagem depois de ingeridos. Sentir-se leve e disposto após comer é um bom sinal, ao passo que sentir sono, arrotar e ficar estufado indica que algo não caiu bem. Precisamos observar o que estamos comendo e como esse alimento conversa com o nosso corpo. Pois, negligenciar o consumo de um alimento altamente inflamatório (como leite, farináceos, frituras) pode ter um alto custo biológico, que cronicamente pode desencadear inúmeras doenças, sejam alérgicas, metabólicas ou imunológicas.

Depois que o corpo reconhece um alimento como inflamatório (que gera gases, diarreia ou dor de cabeça), você tende a não querê-lo mais. Quando você se alimenta de forma saudável, o paladar muda. Com o tempo vai perceber que a pizza nem é tão boa assim, que o açúcar do café é doce demais. O corpo começa a sinalizar qual é o caminho para a saúde.

Ele está habituado a comer determinado alimento e, quando você o tira da alimentação, é natural o organismo pedir. Neste momento, é o exercício físico e as estratégias nutricionais que vão dar suporte para continuar focado no emagrecimento. Dia após dia, você vai se conhecendo mais, vai perceber que a vontade de comer diminui a partir do momento em que você identifica quais são os alimentos que fazem engordar e se sentir mal.

Uma dica: use a balança como uma aliada, meio quilo a mais não é para desestimular, é apenas uma resposta do corpo a um ou vários alimentos que não funcionam para você. Exemplo: foi à pizzaria e aumentou 400 gramas na balança, esse é um dado valioso para descobrir o que a pizza faz em seu corpo. Essa informação vai ser muito importante para você tomar decisões inteligentes na hora de comer.

O que buscamos é uma reprogramação metabólica:

- Mastigando mais você evita repetir o prato;

- Consumindo mais peixes, frango orgânico, ovos, evita carne vermelha;

- Priorizando batatas, aipim, arroz integral, quinoa, evitando massas;

- Coma saladas e verduras regadas com azeite de oliva;

- Consuma mais frutas e oleaginosas (sementes);

- Use mais temperos e especiarias;

- Não coma todos os dias a mesma coisa, assim, evitamos sensibilidade alimentar;

-Coma menos e quando estiver com fome;

- Faça jejum de 16h a 18h uma vez por semana;

- Evite comer após as 19h;

- Exercite-se regularmente;

- Ingira água entre as refeições.

Todas essas dicas influenciam no metabolismo e no processo do emagrecimento. A partir do momento em que você decide seguir um estilo de vida mais saudável, você é quem está no controle. Assim fica tudo mais fácil. Quando você sai com amigos e família, ri e se diverte, os alimentos são processados de maneira diferente de quando você está sentado em casa, deprimido, controlando o que come e se preocupando com calorias. Divertir-se emocionalmente permite que você se divirta gastronomicamente. Isso não vai fazer com que você aumente de peso. Saborear os alimentos e viver com alegria é uma das melhores formas de mudar a química do corpo a seu favor.