Renault Duster 2021 surpreende!

O desenho robusto que fez sua fama se manteve, mas ao mesmo tempo o SUV está mais moderno

07 Mar 2020 - 07h30Por Rafael Benkendorf

Talvez não pareça, mas o novo Duster se renovou bastante. Poucas  peças ficaram do anterior. Apesar de manter a mesma plataforma (B0+) com mudanças em prol do conforto, tecnologias e segurança até a inclinação da coluna A e o para-brisas mudaram para reduzir ruído e melhorar a aerodinâmica, enquanto a área dos vidros laterais ficou menor. O desenho robusto que fez sua fama se manteve, mas ao mesmo tempo o SUV está mais moderno.

No interior o plástico rígido continua como material principal, mas o design e a textura são bem superiores ao que existia anteriormente. Volante, painel de instrumentos, bancos, tudo isso foi trocado por novas peças. Os botões dos comandos do ar-condicionado automático lembram aos Mercedes-Benz, e logo acima está a tão esperada nova multimídia da Renault.  Chamada de EasyLink, possui tela de 8" e diversas funções. Além do espelhamento para os apps Apple e Android, um seletor de perfil permite salvar até cinco usuários, com foto de cada um, e traz uma nova interface mais intuitiva e atraente. 

O motor é o 1.6 SCe aspirado de até 120 cv e 16,2 kgfm de torque para todas as versões. Na versão Iconic, o câmbio é o CVT com simulação de 6 marchas, enquanto a versão de entrada Zen mantém o manual de 5 marchas. Ainda novo, o motor 1.6 não passou por qualquer alteração, inclusive com o sistema start stop. A Renault divulga 0 a 100 km/h em 12,4 segundos com etanol. Em consumo, o novo Duster tem médias e 7,2 km/litro na cidade (ajudado pelo sistema start stop) e 7,8 km/litro na estrada no combustível mais barato. Com gasolina, os números são 10,7 km/litro e 11,1 km/litro, respectivamente, segundo o Inmetro.  

O Renault Duster se renovou e agora tem qualidades para enfrentar os concorrentes atuais e os que estão por vir.