Covid - 19
STF

STF julga ação que pode tirar Renan do cargo

26 Out 2016 - 12h18
A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, marcou para 3 de novembro, quinta-feira da semana que vem, o julgamento de uma ação que pode abrir caminho para retirar Renan Calheiros do cargo de presidente do Senado. A Corte terá que decidir se um réu pode ocupar cargos situados na linha de sucessão da Presidência da República. Como presidente do Senado, Renan é, hoje, a terceira autoridade na rota sucessória. Se por alguma razão Michel Temer e Rodrigo Maia, o presidente da Câmara, não puderem assumir o Planalto, é Renan quem assume.

Numa sessão realizada em 5 de maio, o Supremo afastou o então deputado Eduardo Cunha do comando da Câmara a pedido da Procuradoria da República. Um dos argumentos esgrimidos pelo relator do caso, ministro Teori Zavascki, foi justamente o de que não convinha manter a poltrona de presidente da República ao alcance de um réu.

Teori anotou em seu voto: “…Não há a menor dúvida de que o investigado não possui condições pessoais mínimas para exercer, neste momento, na sua plenitude, as responsabilidades do cargo de presidente da Câmara dos Deputados, pois ele não se qualifica para o encargo de substituição da Presidência da República, já que figura na condição de réu no inquérito 3983, em curso neste Supremo Tribunal Federal.” A tese foi endossada pela unanimidade do plenário do tribunal.

Agora, os ministros do Supremo terão de dizer se as razões que justificaram o afastamento de Cunha se aplicam às outras autoridades que compõem a linha sucessória. Se a resposta for positiva, bastará que Renan se torne réu na Lava Jato ou em qualquer outro escândalo para ser apeado do comando do Senado. A ação foi protocolada pela Rede, legenda de Marina Silva. O relator é o ministro Marco Aurélio Mello.

 

Uol Noticias

Matérias Relacionadas

Geral

Reabertura das agências do INSS é adiada para dia 3 de agosto

Medida foi publicada hoje no Diário Oficial da União
Reabertura das agências do INSS é adiada para dia 3 de agosto
Política

Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19

Resultado do exame realizado ontem saiu nesta terça-feira
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Economia

Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote

Recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas
Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote
Futebol

Fluminense será o mandante da partida final da Taça Rio

Campeão estadual pode ser conhecido nesta quarta feira, 8
Fluminense será o mandante da partida final da Taça Rio
Ver mais de Brasil