Prisão

PF indicia seis da Mossack Fonseca

19 Ago 2016 - 11h22

Seis funcionários que atuavam para a filial brasileira da firma panamenha Mossack Fonseca, especializada em abrir offshores, foram indiciados pela PF pelos crimes de ocultação de bens, organização criminosa e fraude.


É a primeira vez que a PF enquadra formalmente alvos da Operação Lava Jato ligados à empresa que ficou conhecida mundialmente após a investigação jornalística internacional Panamá Papers revelar todos os clientes que utilizavam offshores.

Adiado retorno de Bumlai à prisão

O juiz federal Sérgio Moro adiou o retorno à prisão do pecuarista José Carlos Bumlai que foi internado em um hospital de São Paulo. O magistrado havia determinado que Bumlai se apresentasse à Polícia Federal em 23 de agosto para retornar ao regime de prisão preventiva determinada em novembro de 2015, na deflagração da Operação Passe Livre, desdobramento da Lava Jato.

O pecuarista está cumprindo custódia domiciliar desde março quando deixou a prisão da Lava Jato para tratar um câncer na bexiga e, posteriormente, de problemas cardíacos.


Fonte - G1

Matérias Relacionadas

Política

Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19

Resultado do exame realizado ontem saiu nesta terça-feira
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Economia

Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote

Recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas
Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote
Futebol

Fluminense será o mandante da partida final da Taça Rio

Campeão estadual pode ser conhecido nesta quarta feira, 8
Fluminense será o mandante da partida final da Taça Rio
Política

Bolsonaro faz exame de covid-19; resultado sai nesta terça

Informação foi divulgada pela Secretaria de Comunicação Social
Bolsonaro faz exame de covid-19; resultado sai nesta terça
Ver mais de Brasil