caragua
caragua mobile
Operação

Operação Imperador da PF descobre fraudes de R$ 2,3 milhões em benefícios previdenciários

06 Out 2016 - 13h17
A Polícia Federal, em conjunto com a Assessoria de Pesquisa Estratégica da Previdência Social, investiga uma organização criminosa que fraudava o Instituto Nacioal do Seguro Social (INSS) em todo o país.
Cerca de 60 policiais federais participam da Operação Imperador, que cumpre 22 mandados judiciais, sendo 11 de prisão preventiva, um de prisão temporária, dois de condução coercitiva e oito de busca e apreensão nos estados de Goiás e Piauí, além do Distrito Federal.
As medidas estão sendo acompanhadas por seis servidores da Previdência Social.
As investigações começaram há cerca de três anos. Os integrantes da organização utilizavam registros de nascimentos e identidades falsas com dados inexistentes, para pedir a concessão de benefícios assistenciais e previdenciários que eram aprovados em agências do INSS no estado de Goiás e no Distrito Federal.
O grupo também estaria atuando em fraudes para obtenção de seguro-desemprego, a partir da inserção de vínculos laborais fictícios.
De acordo com a Polícia Federal, as fraudes resultaram em prejuízo, para os cofres da Previdência Social, de aproximadamente R$ 2,3 milhões. A operação da PF teria evitado outro prejuízo de cerca de R$ 9,3 milhões, considerando a expectativa de vida das pessoas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

As informações são da

Agência Brasil
caragua mobile

Matérias Relacionadas

Economia

Brasil suspende exportações de carne e produtos de aves

Medida preventiva tomada após confirmação de foco de doença no RS
Brasil suspende exportações de carne e produtos de aves
Geral

Uso de cigarros eletrônicos em escolas é tema de reunião promovida pelo MPSC em Joinville

Dados da última Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar revelam que, em 2019, 16,8% dos estudantes no Brasil com idade entre 13 e 17 anos já haviam experimentado o cigarro eletrônico
Uso de cigarros eletrônicos em escolas é tema de reunião promovida pelo MPSC em Joinville
Segurança

Homem é condenado a 76 anos de prisão por abusar das três sobrinhas e maltratar cachorro

Em um vídeo o homem foi flagrado cometendo atos de zoofilia com um cachorro
Homem é condenado a 76 anos de prisão por abusar das três sobrinhas e maltratar cachorro
Geral

Rede Cooper adquire Supermercado Rodrigues em Joinville

Investimento integra o plano de expansão da cooperativa, que passa a ter 21 lojas em Santa Catarina
Rede Cooper adquire Supermercado Rodrigues em Joinville
Ver mais de Brasil