Eleições 2020
Comércio

Mesmo com Dia dos Pais, comércio varejista registra queda

08 Set 2016 - 11h48
A atividade varejista registrou retração de 0,9% no mês agosto – quando se comemora o Dia dos Pais – na comparação com julho, segundo Indicador da Serasa Experian. Na comparação com agosto do ano passado, houve retração de 5,7%.

Apesar de ter sido a 13ª queda consecutiva neste critério de comparação, foi a menor dos últimos 11 meses. No acumulado do ano, o comércio varejista registra queda de 7,9% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Todas as categorias pesquisadas registraram recuo na atividade varejista em agosto. O maior deles foi de 3,4% no segmento de veículos, motos e peças. O setor de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática recuou 2,2% e o de tecidos vestuário e calçados caiu 1,3%.

As menores retrações ocorreram no segmento de material de construção (-0,3%) e no de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-0,4%).

A maior retração do consumidor no período de janeiro a agosto de 2016 deu-se no segmento de veículos, motos e peças, que registrou queda de 15,1% frente ao mesmo período do ano passado. A segunda maior queda foi de 13,5%, observada nas lojas de tecidos, vestuário, calçados e acessórios.

O recuo foi de 12,8% nas lojas de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática. Retrações menores ocorreram em lojas de material de construção (-6,8%) e nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-7,5%).

 

As informações são da

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Economia

Confiança do comércio volta ao patamar de otimismo após 6 meses

No comparativo anual, a queda foi de 15,1%
Confiança do comércio volta ao patamar de otimismo após 6 meses
Política

Bolsonaro faz mudança em cargos do gabinete pessoal e Secretaria-Geral

Decretos foram publicados hoje no Diário Oficial
Bolsonaro faz mudança em cargos do gabinete pessoal e Secretaria-Geral
Economia

BC aprova 762 instituições para ofertar o Pix a partir de novembro

Bancos, financeiras, fintechs poderão oferecer novo sistema
BC aprova 762 instituições para ofertar o Pix a partir de novembro
Economia

Caixa libera saques do auxílio para 3,8 milhões de beneficiários

Também foi liberada parcela para beneficiários do Bolsa Família
Caixa libera saques do auxílio para 3,8 milhões de beneficiários
Ver mais de Brasil