Inflação

Inflação pelo IGP-10 avança acima de 12% em 12 meses

15 Jul 2016 - 11h35
A inflação medida pelo Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) subiu 1,06% em julho, ante alta de 1,42% no mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta sexta-feira (15). No ano, a taxa acumulada até julho é de 6,45% e, em 12 meses, de 12,18%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) variou 1,23%, em julho, depois de avançar 1,89% no mês anterior. Os bens finais registraram taxa de variação de 2,67%, em julho, ante 0,51%, em junho. O principal responsável por este movimento foi o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 1,72% para 14,37%.

Também usado no cálculo do IGP-10, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) registrou variação de 0,27% em julho, depois de chegar a 0,49% em junho. O destaque ficou com o grupo habitação (de 0,84% para 0,31%).

Na contramão, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em julho, variação de 1,76%, depois de subir 0,49% no mês anterior. O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços acelerou de 0,14% para 0,23%.

O IGP possui três versões com coleta de preços encadeada da inflação ao produtor, consumidor e construção civil. Os períodos de coleta para as versões do IGP são: IGP-10 (11 a 10), IGP-M (21 a 20) e IGP-DI (1 a 30).

 

 

Fonte - G1 Economia

Matérias Relacionadas

Política

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil
Economia

Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso

Economia

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Ver mais de Brasil