Séculus
Inflação

Inflação oficial vai a 1,01% em novembro e a 10,48% nos últimos 12 meses

09 Dez 2015 - 14h58

É a mais alta taxa para um mês de novembro desde 2002. quando chegou a 3,02%. Em novembro de 2014 o IPCA teve alta de 0,51%. O acumulado do ano chegou a 9,62%, acima dos 5,58% de igual período de 2014. Este percentual constitui o mais elevado índice acumulado, para o período de janeiro a novembro, desde 2002. Neste período de 2002, o índice ficou em 10,22%. Nos últimos 12 meses, o índice acumulou alta de 10,48%, resultado superior aos 9,93% dos 12 meses imediatamente anteriores.

Peso dos combustíveis

Os combustíveis, pelo segundo mês consecutivo, tiveram influência significativa nas despesas das famílias (5,14% de peso no IPCA). O preço do litro da gasolina ficou 3,21% mais caro para o consumidor. Levando em conta outubro e novembro, a alta correspondeu a 8,42% nas bombas, motivada pelo reajuste de 6% vigente em nível das refinarias desde 30 de setembro. Em relação ao acumulado no ano, os preços subiram 18,61%, indo dos 10,40% registrados em Campo Grande até os 24,35% de Recife.

No caso do etanol, os preços subiram 9,31%. A alta chegou a 26,10% no ano, com a menor variação em Fortaleza (12,71%), e a maior (33,14%), em Curitiba. Quanto ao óleo diesel, os preços aumentaram 1,76% e, junto com a taxa de outubro, acumularam 5,08%, refletindo, nas bombas, o reajuste de 4% nas refinarias, também desde 30 de setembro. Em relação ao ano, a alta está em 12,75%.


O IPCA, calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e de Brasília. Para cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 28 de outubro a 27 de novembro de 2015 (referência) com os preços vigentes no período de 29 de setembro a 27 de outubro de 2015 (base).

Fonte: EBC Brasil

GNet

Matérias Relacionadas

Segurança

Zé trovão segue foragido após pedido de habeas corpus ser negado

Com a negativa, o pedido de prisão preventiva expedido pelo ministro Alexandre de Moraes em setembro segue mantido.
Zé trovão segue foragido após pedido de habeas corpus ser negado
Saúde

Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia

Sete meses após o pico da doença, vacinação mostra resultados
Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia
Geral

[VÍDEO] Navio-veleiro Cisne-Branco da Marinha se choca contra ponte no Equador

Não houve feridos no acidente
[VÍDEO] Navio-veleiro Cisne-Branco da Marinha se choca contra ponte no Equador
Economia

Câmara aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis

Texto segue para o Senado
Câmara aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis
Ver mais de Brasil