Empregos

Indicador de Emprego atingiu maior nível desde 2011

06 Set 2016 - 13h21
O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) da Fundação Getulio Vargas subiu 1,1 ponto em agosto ante julho, atingindo 90,2 pontos. O índice alcançou o maior patamar desde maio de 2011, quando estava em 90,4 pontos, informou a instituição nesta terça-feira, 6.

Segundo a FGV, a sexta alta consecutiva no IAEmp corrobora a manutenção da tendência de arrefecimento no ritmo de queda do pessoal ocupado na economia brasileira nos próximos meses.

Já o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) recuou 1,0 ponto em agosto ante julho, para 95,8 pontos. Apesar do resultado favorável, a FGV ressalta que esse indicador apresenta ainda uma tendência incerta ao longo de 2016.

"Os dados de agosto reforçam a perspectiva de geração de emprego no futuro com base no crescimento do IAEmp que atingiu níveis próximos aos de 2011. No entanto, o otimismo futuro quanto à geração de postos de trabalho não se reflete no ICD, que ilustra a situação atual do mercado de trabalho, e mostra recuperação mais lenta", afirmou Fernando de Holanda Barbosa Filho, economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Barbosa Filho explica que o patamar elevado ainda do ICD indica que os consumidores não percebem uma melhora imediata do mercado de trabalho. "Com isso, os índices continuam apresentando tendência de elevação da taxa de desemprego no curto prazo e retomada da criação de emprego no médio e longo prazo", avaliou o pesquisador.

O ICD é construído a partir dos dados desagregados, em quatro classes de renda familiar, da pergunta da Sondagem do Consumidor que procura captar a percepção sobre a situação presente do mercado de trabalho.

O IAEmp, por sua vez, é formado por uma combinação de séries extraídas das Sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor, todas apuradas pela FGV. O objetivo é antecipar os rumos do mercado de trabalho no País. Informações do Exame.com

Matérias Relacionadas

Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Futebol

Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio

Apesar da má atuação a equipe de Odair Hellmann garantiu a liderança do Grupo B
Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio
Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
Ver mais de Brasil