GNet
Estados

Governo federal quer barrar divisão de dinheiro com estados

16 Nov 2016 - 10h38
O governo federal vai recorrer das liminares concedidas pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber, que determinou à União depositar em conta judicial o valor da multa prevista pelo processo de repatriação de recursos não declarados no exterior.

O dinheiro é reivindicado pelos governadores a título de Fundo de Participação dos Estados (FPE). A apresentação do recurso foi acertada na sexta-feira passada, em reunião no Palácio do Planalto, entre o presidente Michel Temer (PMDB) e a advogada-geral da União, Grace Mendonça. A decisão de recorrer ao STF tem o aval do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

A alegação do governo no recurso é que a multa paga no programa de repatriação não tem natureza tributária e, em razão disso, não haveria a obrigação de repasse aos estados. Pela legislação em vigor, os brasileiros que aderiram ao programa até 31 de dezembro, pagaram uma alíquota de 15% de Imposto de Renda (IR) e outros 15% de multa pelo valor que não haviam declarado ao fisco. O valor total repatriado foi de R$ 46,8 bilhões. A expectativa do governo federal é que o recurso preparado pela AGU seja apresentado ainda nesta semana ao STF

 

Agência Estado
GNet

Matérias Relacionadas

Segurança

Família do Mato Grosso do Sul procura por homem desaparecido em Jaraguá

Segundo a sobrinha, o homem possui problemas de memória o que dificulta ser encontrado.
Família do Mato Grosso do Sul procura por homem desaparecido em Jaraguá
Economia

Rede Cooper é a cooperativa de alimentos mais lembrada pelos catarinenses

Resultado faz parte do prêmio Top Of Mind 2021
Rede Cooper é a cooperativa de alimentos mais lembrada pelos catarinenses
Geral

WEG desenvolve linha de revestimentos nanoestruturados em parceria com as Empresas Randon

Mais sustentável, mais resistente à corrosão e com melhor performance de brilho e cor, a linha New Tech chega ao mercado isenta de solventes, a base d'água e de nanopartículas.
WEG desenvolve linha de revestimentos nanoestruturados em parceria com as Empresas Randon
Política

Ministro Tarcisio diz que obras em SC têm recursos suficientes

Ministro se pronunciou sobre o corte de quase R$ 40 milhões destinados para obras nas rodovias federais catarinenses
Ministro Tarcisio diz que obras em SC têm recursos suficientes
Ver mais de Brasil