Inflação

Expectativa de inflação dos consumidores volta a subir

24 Jun 2016 - 12h57
A inflação prevista pelos consumidores brasileiros para os 12 meses seguintes acelerou após cair por três meses seguidos, informou nesta sexta-feira a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A expectativa de inflação subiu de 10,3% para 10,5% entre maio e junho.

A pesquisa considera a estimativa dos consumidores para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida pelo IBGE.

“Essa leve alta (dentro da margem de erro estatístico) de 0,2 p.p. nas expectativas de inflação dos consumidores para os próximos 12 meses pode ser efeito da taxa de 0,78% do IPCA de maio (taxa em 12 meses de 9,32%) e do aumento anormal nos preços dos alimentos in natura", disse em nota o economista Pedro Costa Ferreira, da FGV/IBRE.

"Outro ponto que merece destaque é o aumento de 0,7 p.p. nas previsões de inflação dos consumidores no Rio de Janeiro, que pode estar refletindo uma expectativa de aumento de preços em virtude dos jogos Olímpicos que acontecerão na cidade”, afirma.

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Política

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil
Economia

Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso

Economia

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Ver mais de Brasil