Futebol

Exame confirma lesão, e Ganso está fora do 1º jogo das semis da Libertadores

30 Jun 2016 - 15h46
Exame realizado na manhã desta quinta confirmou a contusão muscular. Dessa forma, o camisa 10 do São Paulo não poderá defender o time no duelo contra o Atlético nacional, dia 6, no Morumbi, pela Libertadores, e preocupa para a partida de volta, no dia 13, na Colômbia.

Ganso se contundiu no 2º tempo da partida vencida pelo São Paulo contra o Fluminense, 2 a 1, quarta-feira, no Morumbi, pelo Brasileirão.

Ele havia entrado em campo aos 15 minutos da etapa final. Ganso não começou o jogo como titular justamente para evitar maior desgaste; Bauza tem levado formações mistas a campo projetando as decisões pela Libertadores.

Ao sentir dores na coxa direita e ainda dentro de campo, Ganso comunicou aos médicos do São Paulo. Como Bauza já tinha feito as três substituições, o meia permaneceu em campo.

Após o jogo, Ganso, indagado sobre o problema, disse que estava "fora", sem explicar se a afirmação estava ligada à partida do Brasileirão no fim de semana ou ao confronto da Libertadores.

Problemas na montagem do time

Além do Ganso, o SP já sabe que não poderá contar com Kelvin no primeiro jogo por lesão semelhante. O lateral esquerdo Mena e o volante Hudson se recuperam de lesões e estão com a escalação ameaçada. Assim, estão confirmados Denis; Bruno, Maicon e Rodrigo Caio; Thiago Mendes e Michel Bastos; Calleri.

Carlinhos é presença quase certa na partida. Se não jogar na lateral, no lugar de Mena, jogará na ponta direita, no lugar de Kelvin. Caso Hudson não se recupere, João Schmidt fica com a vaga. No lugar do Ganso, Ytalo, Alan Kardec, Wesley, Daniel e o próprio Schmidt disputam a vaga.

Centurión está suspenso por cusparada e Cueva não pode jogar a Liberta. Lucas Fernandes, reserva imediato de Ganso, está machucado.