Olimpíada

Esperança de medalha, Bruno Fratus avança à semifinal dos 50 m livre

11 Ago 2016 - 20h03
Fratus nadou para 21s93 e fez o 10º tempo entre todos os competidores, terceiro de sua bateria. O atleta foi medalhista de bronze no último mundial e 4º lugar na Olimpíada de Londres. Ítalo marcou 21s96 e foi o 13º no geral.

"Sei que são 13h [a prova aconteceu neste horário], mas por causa da aclimatação é como se fosse de manhã para a gente. Me senti um pouco preso, ainda, mas o importante é que eu passei", avaliou Bruno, na saída da piscina.

Ítalo admitiu que se emocionou com o apoio do público no Estádio Aquático, e analisou que ainda pode melhorar o desempenho. "Foi demais. Quando o Bruno e eu chegamos à borda da piscina, a torcida inteira gritou. O olho cheio de lágrima, pele arrepiada. Tenho certeza que o Brasil todo empurrou a gente para passar à semi".

O principal rival de Fratus na disputa é o francês Florent Manaudoud, atual campeão olímpico e mundial da distância, que também avançou. Ele fez 21s72. O melhor tempo foi do ucraniano Andrii Govorov (21s49). A semi será às 22h.

A prova dos 50 m livre, nobre na natação, é a única que já rendeu ouro ao Brasil em toda a história dos Jogos. Cesar Cielo, em Pequim-2008, subiu no lugar mais alto do pódio. Os recordes mundial e olímpico, aliás, ainda são de Cielo: 20s91 e 21s30, respectivamente.

Matérias Relacionadas

Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Futebol

Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio

Apesar da má atuação a equipe de Odair Hellmann garantiu a liderança do Grupo B
Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio
Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
Saúde

Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados

Até o momento, 852 mil pessoas se recuperaram da doença
Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados
Ver mais de Brasil