Caraguá
Olimpíada

Esperança de medalha, Bruno Fratus avança à semifinal dos 50 m livre

11 Ago 2016 - 20h03
Fratus nadou para 21s93 e fez o 10º tempo entre todos os competidores, terceiro de sua bateria. O atleta foi medalhista de bronze no último mundial e 4º lugar na Olimpíada de Londres. Ítalo marcou 21s96 e foi o 13º no geral.

"Sei que são 13h [a prova aconteceu neste horário], mas por causa da aclimatação é como se fosse de manhã para a gente. Me senti um pouco preso, ainda, mas o importante é que eu passei", avaliou Bruno, na saída da piscina.

Ítalo admitiu que se emocionou com o apoio do público no Estádio Aquático, e analisou que ainda pode melhorar o desempenho. "Foi demais. Quando o Bruno e eu chegamos à borda da piscina, a torcida inteira gritou. O olho cheio de lágrima, pele arrepiada. Tenho certeza que o Brasil todo empurrou a gente para passar à semi".

O principal rival de Fratus na disputa é o francês Florent Manaudoud, atual campeão olímpico e mundial da distância, que também avançou. Ele fez 21s72. O melhor tempo foi do ucraniano Andrii Govorov (21s49). A semi será às 22h.

A prova dos 50 m livre, nobre na natação, é a única que já rendeu ouro ao Brasil em toda a história dos Jogos. Cesar Cielo, em Pequim-2008, subiu no lugar mais alto do pódio. Os recordes mundial e olímpico, aliás, ainda são de Cielo: 20s91 e 21s30, respectivamente.

Matérias Relacionadas

Economia

WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte

Localizada na cidade de Washington a nova fábrica recebeu investimentos de 17 milhões de dólares e será dedicada à produção de transformadores de potência até 10 MV
WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte
Política

Senado aprova PEC da reforma eleitoral

Texto segue para promulgação
Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Saúde

Anvisa recomenda quarentena ao presidente e comitiva brasileira

Ministro Queiroga testou positivo para covid-19 em viagem a Nova York
Economia

Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano

Bolsa subiu 1,84%, fechando em alta pelo segundo dia seguido
Ver mais de Brasil