Caraguá
Futebol

Em jogo de pênaltis polêmicos, Inter vence Coritiba e sai da zona do rebaixamento

07 Out 2016 - 15h52
Mais uma vez contando com o apoio da torcida que encheu o Beira-Rio, o time gaúcho contou com mais um gol de Vitinho, autor do tento na vitória contra o Figueirense, para fazer 1 a 0 no Coritiba, na noite desta quinta-feira.

Agora, o Inter soma 33 pontos e pula para 16ª posição, restando a missão de secar o Cruzeiro, que enfrenta a Ponte Preta no sábado, ou o Figueirense, que pega o Botafogo no domingo, para terminar a rodada fora da zona da degola.

Já o Coritiba, com 36 pontos, volta a se aproximar do incômodo Z-4.

QUASE NADA

Os primeiros 45 minutos de jogo não foram de grandes chances. O Coritiba levou perigo ao gol de Danilo Fernandes logo no começo, no chute de longe de Raphael Veiga, e depois nos instantes finais, quando César Benítez fez jogada pela direita e cruzou, mas Iago não conseguiu concluir.

Já o Inter não chegou a assustar Wilson. A melhor oportunidade para os donos da casa foi aos 23, quando a bola foi cruzada da esquerda e Juninho conseguiu chegar antes de Gustavo Ferrareis para impedir a finalização.

Depois do intervalo, o goleiro Danilo Fernandes seria o nome do jogo para o Inter. O time da casa ainda teve sua chance, quando o canhoto Alex arriscou de perna direita, de fora da área. Wilson voou para conseguir desviar com a ponta dos dedos, e a bola ainda bateu na trave direita do gol do Coritiba.

Mas o placar sem gols tinha Danilo Fernandes como responsável. Um pouco antes da chance de Alex, aos nove minutos, Benítez cruzou na cabeça de Iago. No reflexo, o goleiro do Inter fez grande defesa para impedir o primeiro gol do jogo.

Aos 31, um lance polêmico. Leandro recebeu pelo lado esquerdo da área e esticou a bola para a linha de fundo. Ernando tentou o corte com o carrinho, mas o jogador do Coritiba procurou o contato, caiu e a arbitragem marcou o pênalti.

Depois de muita reclamação por parte do Internacional, Danilo Fernandes voltou a ser herói. Juan foi para a cobrança e mandou a bola no canto esquerdo do goleiro, que espalmou para a festa da torcida.

Pênalti polêmico de um lado, pênalti polêmico do outro. Aos 39, a bola foi alçada por Willian na área do Coritiba. Eduardo Henrique subiu sozinho, mas cabeceou para fora. No lance, porém, o árbitro assinalou pênalti de Luccas Claro em Valdívia.

Vitinho, autor do gol da vitória contra o Figueirense, foi para a cobrança. A bola foi no canto direito de Wilson, que escolheu o lado certo, mas não conseguiu chegar na bola.

 

Pela 30ª rodada do Brasileiro, as duas equipes voltarão a jogar na próxima quarta-feira. Às 19h30 (de Brasília), o Coritiba recebe o Figueirense, no Couto Pereira. Mais tarde, às 21h45, o Internacional vai ao Rio de Janeiro para encarar o Botafogo.

 

Matérias Relacionadas

Saúde

Conselhos de secretários de Saúde defendem vacinação de adolescentes

Sociedade Brasileira de Imunizações também defende vacinação
Conselhos de secretários de Saúde defendem vacinação de adolescentes
Economia

Caixa reduz juros do crédito habitacional na modalidade poupança

Banco reduziu parte fixa da parcela de 3,35% para 2,95% ao ano
Caixa reduz juros do crédito habitacional na modalidade poupança
Saúde

Anvisa não recomenda mudar orientação sobre vacinação de adolescentes

Ministério da Saúde suspendeu orientação para a vacinação
Anvisa não recomenda mudar orientação sobre vacinação de adolescentes
Saúde

Covid-19: ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Queiroga explica revisão de recomendação sobre vacinas de covid-19
Covid-19: ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados
Ver mais de Brasil