Futebol

Criciúma confirma contato do Corinthians e pede R$ 12 milhões por atacante

12 Jul 2016 - 15h38
O centroavante de 22 anos está avaliado em R$ 12 milhões, segundo Jaime.

"Fomos procurados há poucos dias por um empresário ligado ao Corinthians e ele nos pediu valores, informações e o que pretendíamos em relação ao Gustavo", explicou Jaime ao UOL Esporte.

"Eu citei a ele que o Gustavo tem uma multa de R$ 12 milhões e é um jogador indispensável para nós. O grande objetivo do Criciúma é sempre a Série A e ele tem feito gols importantes. Estamos em sexto lugar", complementou o dirigente.

Com bons contatos no Corinthians por ter negociado Lucca em definitivo há poucos meses, Jaime Dal Farra ainda explicou que está aberto a propostas. Na transferência anterior, as pretensões do Criciúma estavam distantes do que topava o presidente corintiano Roberto de Andrade, mas as partes alcançaram um consenso em valores intermediários.

"Sou empresário, sou negociante, gosto de negócios e estou aberto. Não existe jogador inegociável", explicou. Em oito meses, o dirigente vendeu Lucca (Corinthians), Roger Guedes (Palmeiras), Bruno Lopes (Arouca-POR) e Ezequiel (Cruzeiro).

Gustavo se enquadra no perfil de reforço buscado pelo Corinthians no Brasileirão, sobretudo para atacante. Forte nas bolas aéreas, já foi goleador da Copa São Paulo pelo Taboão da Serra e cresceu de produção em 2016

Matérias Relacionadas

Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Educação

MEC levará internet a 24,5 mil escolas públicas

De acordo com a pasta, isso significa que 56% das escolas públicas passarão a estar conectadas no país. A medida deverá beneficiar 11,6 milhões de estudantes
MEC levará internet a 24,5 mil escolas públicas
Saúde

Casos de morte por dengue aumentam 5 vezes em relação ao ano passado

Em todo o país, 689 pessoas morreram de dengue até 12 de outubro
Casos de morte por dengue aumentam 5 vezes em relação ao ano passado
Geral

Proteção de dados deve ser regulada globalmente, diz historiador

Israelense Yuval Noah Harari esteve em evento de inovação em Brasília
Proteção de dados deve ser regulada globalmente, diz historiador
Ver mais de Brasil