Caraguá
Olimpíada

Comitê Rio-2016 aceita desculpa de Lochte após mentira sobre assalto

19 Ago 2016 - 15h12
A declaração foi dada durante evento com jornalistas por Mario Andrada, diretor de comunicações da entidade. De acordo com o executivo, que já havia declarado na última quinta-feira (18) que não esperava um pedido de desculpa do nadador, a situação está encerrada.

“Nós aceitamos suas desculpas. O que achamos desde ontem é que o povo brasileiro ficou decepcionado com as atitudes. Temos 1 milhão de pessoas reclamando sobre isso. 2,5% de todas as menções no Twitter que tivemos foram sobre isso. A população brasileira se sentiu humilhada. Nós acreditamos que muitas coisas aconteceram com esses Jogos, mas temos muitas medalhas que queremos ganhar. Acho que o povo brasileiro vai aceitar as desculpas", declarou Andrada.

O diretor ainda salientou que, como em toda Olimpíada, o importante são os resultados esportivos, e não os problemas acontecidos fora das competições.

"Queremos deixar isso como águas passadas. Não acho que isso vai ficar marcado. O que vai ficar para a história são os atletas, as cerimônias. As pessoas vão pensar no Phelps, no desempenho do Bolt”, explicou o executivo.

Quem também comentou o caso foi Mark Adams, porta-voz do Comitê Olímpico Internacional. A entidade também recebeu pedido de desculpa de Lochte após toda a polêmica e, assim como o Comitê brasileiro, também optou por minimizar o caso e focar em questões esportivas.

"Está claro que houve mágoas no país. Evidentemente o COI se sente solidário. Ficamos satisfeitos com as desculpas, mas não vamos nos concentrar nisso. Vamos focar o esporte", declarou o dirigente.

Matérias Relacionadas

Política

[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI

Senadores discutiram após relator da CPI afirmar que população tem a percepção de que governo Bolsonaro é corrupto
[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI
Economia

WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte

Localizada na cidade de Washington a nova fábrica recebeu investimentos de 17 milhões de dólares e será dedicada à produção de transformadores de potência até 10 MV
WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte
Política

Senado aprova PEC da reforma eleitoral

Texto segue para promulgação
Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Saúde

Anvisa recomenda quarentena ao presidente e comitiva brasileira

Ministro Queiroga testou positivo para covid-19 em viagem a Nova York
Ver mais de Brasil