#ficaemcasa
Educação

Estudantes apoiam iniciativa de professores do Abdon Batista e fazem manifesto

26 Mar 2014 - 13h24Por Rogério Tallini
Um grupo de aproximadamente 80 alunos saiu da frente da escola por volta das 17h40 e caminhou até a Praça Ângelo Piazera, onde fez uma manifestação na frente do Museu Histórico Emílio da Silva. A aluna Carolina Rodrigues Inthur explicou ao repórter Gabriel Vieira os motivos da manifestação.

[jwplayer mediaid="163531"]

 

A professora Ariane Maira Terhost lembrou que os professores efetivos fizeram uma manifestação semelhante na frente da Escola Abdon Batista, nesta terça-feira (25). De acordo com ela, foi importante o apoio recebido dos alunos nesta quarta-feira (26).

[jwplayer mediaid="163530"]

Sobre o chamado ensino inovador, a professora explica que os alunos ficaram cinco manhãs e mais três tardes por semana na escola, onde, neste período extra, desenvolveriam outras atividades. O aluno do terceiro ano do Abdon Batista, Pedro Henrique Tavares, considera que o sistema de ensino inovador não acrescenta nada aos estudantes. Luan Alécio da Silva reclama das condições da merenda escolar.

Os alunos fizeram muito barulho e chamaram a atenção por onde passaram.



 

A Gerência Regional de Educação deve se pronunciar nesta tarde sobre o assunto, já que o expediente na 24ª Secretaria de Desenvolvimento Regional começa às 13h.